Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | CDS questiona Governo sobre poluição no Nabão

Numa pergunta destinada ao Ministro do Ambiente e Transição Energética, os deputados do CDS-PP Patrícia Fonseca e Álvaro Castello-Branco querem saber que medidas estão a ser tomadas relativamente à poluição no rio Nabão.

- Publicidade -

Num comunicado enviado à Comunicação Social, os deputados do CDS-PP dizem que “querem saber se o ministro tem conhecimento dos episódios de poluição das águas do rio Nabão registados nos últimos dias, e também, desde as últimas denúncias, que diligências foram tomadas no sentido de identificar os responsáveis pelos episódios de poluição no rio Nabão”.

Patrícia Fonseca e Álvaro Castello-Branco questionam ainda “quando e onde foram feitas as últimas recolhas para análise e quais os resultados, quais são os produtos e/ou materiais que estão a ser descarregados no meio hídrico e quais as consequências, qual é a estratégia de atuação conjunta da APA e das as Câmaras Municipais de Tomar e Ourém, se já está a ser aplicada, onde e com que resultados, se o Ministério já reforçou os meios humanos e materiais da APA, designadamente da ARH Tejo e Oeste, para melhorar a eficácia da fiscalização, e, finalmente, que medidas eficazes e definitivas estão a ser tomadas de modo a garantir que situações como esta não voltam a acontecer”.

- Publicidade -

Segundo os centristas, “nos últimos dias tem corrido no rio Nabão, especialmente junto ao deck das embarcações de recreio, em Tomar, uma água de cor escura e espuma muito densa, revelando mais uma descarga poluente”.

“Infelizmente esta não é uma situação nova. Já por mais do que uma vez o Grupo Parlamentar do CDS-PP questionou o Senhor Ministro do Ambiente sobre episódios poluentes no rio Nabão”, dizem os deputados.

Jornalista profissional há mais de 30 anos, passou por vários jornais diários nacionais, nomeadamente pelo 'Diário de Lisboa', 'Diário de Notícias' e 'A Capital'. Apaixonada pela profissão desde a adolescência, abraçou o jornalismo nas suas diversas áreas, desde o Desporto às Artes e Espetáculos, passando pela Política e pelos temas Internacionais. O jornalismo de proximidade surge agora no seu percurso.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome