PUB

Tomar | Carnaval da Linhaceira inspira concurso de fotografia

As comemorações do Centenário das Escolas na Linhaceira, na freguesia de Asseiceira, enquadram o lançamento do concurso de fotografia dedicado a um dos pontos altos no calendário desta aldeia tomarense desde 1991, o Carnaval. A iniciativa é aberta a todos os interessados que pretendam participar com trabalhos enquadrados no tema “O Carnaval da Linhaceira, abordado por qualquer perspetiva”.

PUB

Os festejos tradicionais carnavalescos realizam-se entre os dias 10 e 13 de fevereiro e incluem um corso no domingo gordo composto por dezenas de carros alegóricos, grupos organizados e foliões espontâneos com criações originais e produzidas na aldeia e localidades vizinhas. As imagens devem ser recolhidas na Linhaceira durante o Carnaval ou noutras datas de 2018, com recurso a qualquer meio e técnica de captação de imagens fixas.

O Carnaval da Linhaceira realiza-se de forma ininterrupta desde 1991. Foto: mediotejo.net

PUB

A melhor fotografia e o melhor portefólio enviados até às 23h59 do próximo dia 4 de março para o e-mail bibliotecalinhaceira@gmail.com serão premiados. O júri constituído por um representante da Biblioteca de Temas Linhaceirenses, outro da organização do Carnaval e três especialistas em fotografia também têm a responsabilidade de selecionar um conjunto de trabalhos das duas categorias, que são distinguidos com diplomas e integrados numa exposição.

Os critérios deste concurso organizado em parceria pela Associação de Pais e Amigos das Escolas de Linhaceira, Associação Cultural e Recreativa de Linhaceira, Junta de Freguesia de Asseiceira e Câmara Municipal de Tomar focam-se na representação do espírito local, a qualidade técnica e a originalidade. Os portefólios em competição também são avaliados pela coerência do conjunto.

O regulamento completo pode ser consultado online no blog “Biblioteca de Temas Linhaceirenses”.

PUB
PUB
Sónia Leitão
Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).