Tomar | Carnaval com muitos carros alegóricos, foliões, cabeçudos e fanfarra (c/ fotos)

Foram muitas as pessoas que aplaudiram a passagem do corso de Carnaval de Tomar, na tarde desta terça-feira, 13 de fevereiro, com as ruas da cidade a serem preenchidas pelo público. No final do corso a organização “TomarIniciativas” entregou o primeiro prémio de melhor grupo/carro alegórico ao grupo “Ases do Alvora”, de São Pedro, sendo que o segundo lugar coube ao grupo Legos da Associação Cultural, Recreativa e Social da Venda Nova.

PUB

Esta classificação motivou uma reação de descontentamento do grupo China, dos Brasões e Carregueiros. O júri era constituído por João Vital (mordomo da Festa dos Tabuleiros), Célia Barreto (da associação TomarIniciativas), Paulo Serafim (músico e ator), Filipa Fernandes (vereadora) e Alexandra Vasconcelos (gerente do café Paraíso).

Para além dos carros alegóricos e grupos de foliões, este ano em maior número, desfilaram os cabeçudos, a fanfarra e a banda da Gualdim Pais. Destaque especial para um casal de jovens “zombies”, com uma caracterização que fez com que encarnassem a personagem na perfeição.

PUB

Veja a fotogaleria (crédito das fotos, Luís Ribeiro):

PUB

 

 

PUB
Elsa Ribeiro Gonçalves
Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).