- Publicidade -

Quinta-feira, Janeiro 20, 2022
- Publicidade -

Tomar | Carlos Rodrigues (PS) recandidata-se à Junta de Asseiceira e fala em “salto qualitativo de 20 anos”

“Nestes últimos três anos demos, em algumas áreas, um salto qualitativo de 20 anos”, considera Carlos Rodrigues, atual presidente da junta de Freguesia de Asseiceira, Tomar, que apresentou a sua recandidatura ao cargo na tarde deste sábado, 4 de fevereiro, pelo Partido Socialista.

- Publicidade -

O autarca considera que o principal objetivo do seu mandato – a recuperação do protagonismo da freguesia de Asseiceira no concelho – foi “largamente ultrapassado”, sendo que estão a meio de um projeto que querem continuar nos próximos quatro anos. Pretende que esta seja uma freguesia “progressista, inovadora, moderna e, sobretudo, justa”.

Carlos Rodrigues elencou a obra feita naquele que foi o seu primeiro mandato: “recuperámos todo o património da Junta, o Centro Cultural e Recreativo da Asseiceira, tivemos uma melhoria na rede viária e iremos este ano a fazer alcatroamentos. Em relação ao Centro Escolar estamos a chegar à fase de obra, que é muito importante para nós”, disse, acrescentando que foram pioneiros ao nível da atribuição de subsídios escolares.

- Publicidade -

Indicou ainda que será inaugurado, na próxima segunda-feira, um posto de recolha de sangue em Santa Cita, ao lado do antigo jardim escola. Carlos Rodrigues salientou as parcerias estabelecidas com várias associações e disse que, da parte da autarquia, nunca lhe foi prometido nada que não tivesse sido cumprido, o que é “muito importante nos tempos que correm”. O autarca agradeceu ainda aos elementos da sua equipa, e à sua família.

A apresentação do candidato, a primeira a ser feita no concelho de Tomar, no âmbito das próximas eleições autárquicas, decorreu nas instalações da CaçaBrava, em Asseiceira, na presença de cerca de 50 pessoas.

Carlos Rodrigues (em pé) durante a apresentação da sua recandidatura Foto: mediotejo.net
- Publicidade -

O presidente da Concelhia Socialista de Tomar, Hugo Costa, referiu que Carlos Rodrigues demonstrou, nos últimos anos, “ser um grande presidente de junta” e que, com o apoio do município, conseguiu-se fazer muito nesta freguesia. “Conseguiram-se aprovar os fundos comunitários para construir o Centro Escolar da Linhaceira, uma das grandes necessidades da freguesia que, noutro tempo, foi candidatado fora do prazo o que fez com que não pudesse ser aprovado”, exemplificou, relembrando ainda a comemoração do Foral de Asseiceira “um festejo medieval como nunca aconteceu”.

Hugo Costa elencou ainda as obras em redes viárias em zonas pouco povoadas ou o facto de se ter feito um esforço para que o Centro de Saúde de Santa Cita tenha um médico. “Continuaremos a trabalhar para tornar esta freguesia cada vez mais desenvolvida”, concluiu.

O autarca socialista acompanhado pela sua equipa Foto: mediotejo.net

A presidente da Câmara de Tomar, Anabela Freitas, frisou que o candidato é uma pessoa que “está próxima das pessoas”, tendo transportado a sua postura na vida privada para a vida pública. A autarca referiu que “o que contribuiu para o desenvolvimento de um concelho é o desenvolvimento de cada subterritório que compõe esse concelho”, referindo que só como uma parceria entre município e junta se consegue levar o desenvolvimento às populações.

“Esta freguesia é composta por vários lugares que têm uma afirmação muito marcada e, às vezes, não é fácil gerir estas afirmações. Mas o Carlos soube fazê-lo e soube fazê-lo de forma inteligente. E ainda não acabámos o mandato”, disse. Anabela Freitas relembrou ainda a comemoração do Foral de Asseiceira/Festa Medieval que contribuiu para a afirmação nacional e internacional da estratégia turística do concelho.

Nesta tarde, o candidato mereceu ainda algumas palavras de incentivo dos presidentes da Câmara do Entroncamento e de Vila Nova da Barquinha. “É, sobretudo, pelo trabalho que ele tem desenvolvido que aqui estamos. Conheço Carlos Rodrigues há alguns anos e daquilo que tenho ouvido, se vivesse na Asseiceira, votaria nele porque é uma pessoa com uma visão humanista, que tem feito um bom trabalho e vai fazê-lo”, disse Jorge Faria.

Cerca de cinquenta pessoas assistiram a esta apresentação Foto: mediotejo.net

Centro Escolar da Linhaceira e Espaço do Cidadão: duas obras com luz verde

Durante a apresentação da candidatura de Carlos Rodrigues, Anabela Freitas disse que, na freguesia, vai começar este ano a construção do Centro Escolar da Linhaceira, que já tem financiamento comunitário garantido. A empreitada custa 1 milhão 660 mil euros. O assunto vai ser levado à próxima reunião de executivo camarário para que seja remetido à assembleia municipal e autorizado o encargo plurianual.

A autarca anunciou ainda que já há luz verde para ser implementado nesta freguesia, no lugar de Asseiceira, um “Espaço do Cidadão”, que vai permitir tratar de vários assuntos num único local. “É importante que todos os cidadãos de cada freguesia tenham acesso às mesmas coisas que os cidadãos da cidade”, disse.

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome