Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Agosto 4, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar: Canto Firme proporciona “Viagem” cultural ao Convento de Cristo

Chama-se “Visita em Viagem” e é um espectáculo multidisciplinar de teatro e música, organizado pela Canto Firme – Associação de Cultura – concebido para ser apreciados durante uma visita guiada ao Convento de Cristo, em Tomar. Na tarde de sábado, 4 de junho, foram cerca de 40 os participantes, de todas as idades, que embarcaram nesta “viagem” de música, teatro e imaginação.

- Publicidade -

Conduzidos por um elemento vestido a rigor, o espectáculo teve início no coração do Monumento que está classificado como Património da Humanidade: a Charola. Foi aqui que o coro misto da Canto Firme, posicionado no octógono central (onde em tempos existiu um altar)  executou uma obra: o moteto Ale Pslaite cun luya, uma música que serviu para a reflexão do público.

O espectáculo “Visita em Viagem” tem mais 12 quadros – dirigido pelo encenador João Mota e com direcção musical de António Sousa –   que resultam numa vertiginosa expedição à mitologia simbólica da História de Portugal aos mesmo tempo que se descobrem os maravilhosos cantos e recantos do Convento de Cristo.

- Publicidade -

O maestro António Sousa refere ao mediotejo.net que em termos de viagem esta é “uma viagem cultural” pelos espaços que vão percorrer. “Este Monumento tem a particularidade de ter pequenos pedaços de todos os séculos. Cada pedaço conta alguma da história de Portugal. A ideia deste espectáculo é contar essa história, nos respectivos espaços ao longo de uma visita”, refere.

Em concreto, os “viajantes” vão tomar contacto com Teatro (cenas de peças de teatro de autores mais antigos tais como Gil Vicente e Camões aos autores mais contemporâneos tais com Natália Correia). Todos os textos são dramatizados por João Mota, ex- director do Teatro D. Maria II.

Deste modo, narram-se acontecimentos e descrevem-se mentalidades e criam-se momentos de reflexão que oscilam da literatura dramática para o monumento, entre um real que é histórico e um imaginário do presente, “tantas vezes falso quantas inconsciente”. Os participantes têm ainda a oportunidade de participar numa ceia renascentista, onde são convidados a interagir com os atores. “Eu acho que é uma experiência única e uma maneira única de visitarem este Monumento que é Património da Humanidade”, atesta.

A próxima “Visita em Viagem” é a 25 de junho. Os interessados em participar devem contactar a Canto Firme – Associação de Cultura.

IMG_6423

Espectadores antes da entrada no monumento Património Mundial da Humanidade

IMG_6433
Atuação do Coro Misto da Canto Firme na Charola

IMG_6440
Um dos quadros teve como palco o Claustro da Lavagem

IMG_6445
No Claustro do Cemitério, há um diálogo entre um ermita e um jovem cavaleiro

IMG_6482
D. Inês no Claustro Principal fica a conhecer seu destino cruel: a morte


Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome