Tomar | Canto Firme celebra 39 anos com aposta em projectos diferenciadores na região

A Canto Firme – Associação Cultural de Tomar comemorou no sábado, 23 de fevereiro, o seu 39.º aniversário, sendo que antes da sessão solene decorreu a “Festa da Música”, marcada pela atuação, ao longo de todo o dia, de centenas de crianças e jovens, desde os alunos de iniciação até os alunos do Ensino Articulado e dos Cursos Profissionais, o que levou a que enchesse o seu auditório principal.

PUB

Simão Francisco, presidente da Direcção, referiu que esta Festa da Música é “um sinal vivo da comemoração do aniversário da Canto Firme de Tomar” e de que, passado mais um ano, a associação cresceu “em idade e em vigor”. Para o dirigente, este tem sido um caminho “percorrido com amor e dedicação, e que em tão curto espaço de tempo tanto conquistou.”

Simão Francisco, presidente da Direcção, referiu que esta Festa da Música é “um sinal vivo da comemoração do aniversário da Canto Firme de Tomar” Foto: mediotejo.net

O responsável relembrou a situação financeira, sendo que a instituição passou constantemente “por sufocos e áreas muito cinzentas”, sublinhando que hoje, e embora ainda com algumas fragilidades, “podemos apresentar uma Canto Firme muito mais equilibrada e cada vez com maior estabilidade”. De acordo com Simão Francisco, o processo ainda não está de todo resolvido, e a recuperação financeira/económica deve de continuar a ser um ponto de atenção desta direção, mas também das próximas, sempre com o intuito de tornar mais robusta e segura a nossa Canto Firme”.

PUB

O responsável disse que a associação conseguiu encontrar o equilíbrio através de um trabalho sério e honesto, procurando tomar decisões seguras e com os pés assentes na terra. “Não desejar o castelo alheio foi para nós ponto de honra, centrando todas as nossas energias no que é nosso e é o que é nosso que devemos de cuidar e procurar fazer bem. Obviamente neste percurso houve decisões difíceis de tomar, que não foram ao encontro das expectativas de todos, mas se foram tomadas, estas e as que ainda podem vir a ser, sempre foi com o intuito de precaver o futuro e a continuidade da Associação que hoje celebramos”, disse.

Festa da Música colocou em palco centenas de alunos da Canto Firme Foto: mediotejo.net

Em dia de aniversário, o presidente da direcção revelou  que a Canto Firme vai receber, em breve, por parte da fundação Montepio, uma carrinha de 9 lugares, fruto de uma candidatura realizada à Frota Solidária. “Em mais de 1500 candidaturas apresentadas conseguimos, graças ao nosso trabalho demonstrado, ser contemplados com esta oferta”, anunciou.

PUB

Destacou ainda que “graças também a um apoio incansável do Município de Mação”, foi obtida a autorização definitiva do Pólo de Mação – O Firmação. A sessão contou, aliás, com a presença de vereador da Câmara de Mação, Vasco Marques, sublinhada pelos presentes.

O responsável salientou a aposta na criação de projetos diferenciadores ao nível artístico, como é o caso da Orquestra Sinfónica de Thomar (em estreita parceria com o Município de Tomar) e a Orquestra de Sopros do Médio Tejo. Salientou ainda o facto de ajudar a elevar o nome de Tomar, sendo exemplo disso a obtenção pelo Coro Misto da Medalha de Ouro e Prata no 3.º Concurso Internacional da Beira Interior, onde levou consigo as vivências da cidade com a apresentação dos trajes da Festa dos Tabuleiros.

Público cantou os parabéns à Canto Firme Foto: mediotejo.net

“Estamos a chegar a passos largos às quatro décadas de existência, e por certo que o sonho continuará a pautar e a delinear o caminho. Contudo nunca poderemos deixar de parte a necessidade de nos procurarmos superar e de nos apaixonarmos por esta casa a cada dia que passa, sendo que todos os que estamos presentes nesta sala e outros que infelizmente não puderam estar, têm responsabilidade em ajudar a percorrer este caminho”, disse.

“Acredito neste caminho e sei que com humildade, criatividade e honestidade, sem nunca atropelar ninguém conseguiremos vencer os nossos erros e fragilidades sabendo igualmente enaltecer as nossas conquistas. Termino a minha partilha convosco parafraseando um antigo presidente da Canto Firme: “Da Canto Firme apenas tenho saudades do Futuro…!” Viva Tomar, Viva à Canto Firme! Parabéns a todos nós!”, terminou.

Os discursos da tarde foram ainda protagonizados por João Vital, presidente da assembleia-geral, pelo presidente da assembleia municipal, José Pereira, pelo representante da Junta Urbana de Tomar, Artur Damásio, pelo deputado da Assembleia da República, Hugo Costa e pelo vice-presidente da autarquia, Hugo Cristóvão.

A sessão solene terminou com a entrega de lembranças, por parte de outras associações presentes como foi o caso da Nabantina Foto: mediotejo.net

Artur Damásio salientou a exibição musical dos alunos que presenciou neste dia, sendo um sinal claro da vivacidade desta casa. “Foi bonito ver as actuações destes adolescentes. Penso que a Canto Firme ainda tem muito para dar”, disse. O deputado Hugo Costa salientou que a Canto Firme é uma instituição com “um trabalho ímpar no concelho e na região”, e exemplo disse é a presença neste dia do senhor vereador da Câmara de Mação. ” O melhor resultado do trabalho da Canto Firme pode ser visto nas actuações dos jovens que aqui vimos hoje, disse.

O vice-presidente da autarquia, Hugo Cristóvão referiu que todos os que construíram esta casa ao longo de 39 anos estão de parabéns, salientando a capacidade de renovação demonstrada, patente na direcção desta instituição. Numa segunda nota, referiu que a Canto Firme tem vindo a alterar a sua realidade no mundo associativo, criando novas redes e escalas, procurando ir além dos limites do nosso território e estabelecer com outras parcerias.

“Continuem com esse espírito, enquanto comunidade, a dar as mãos pelos nossos objectivos, a aumentar a qualidade de vida da nossa comunidade e que continuemos, todos juntos, a realizar sonhos”, declarou.

A sessão solene terminou com a entrega de lembranças, por parte de outras associações presentes e com uma surpreendente actuação do Coro Misto da Canto Firme, liderado pelo maestro António Sousa, e com todos os presentes a cantar, de pé, os parabéns a você, antes do corte do bolo.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here