Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Julho 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | Câmara vai instalar rampa nos Paços do Concelho contra parecer da DGPC

É uma medida que se adivinhava face à polémica que gerava na opinião pública. A Câmara Municipal de Tomar vai colocar uma rampa de madeira para facilitar o acesso de pessoas com mobilidade reduzida ao edifício dos Paços do Concelho, apesar do parecer desfavorável da Direção Geral do Património Cultural (DGPC).

- Publicidade -

A intenção foi confirmada ao mediotejo,net pela presidente da autarquia, Anabela Freitas (PS) que pretende colocar um ponto final numa situação que se arrasta desde sempre. Neste momento, há uma escadaria que separa os utilizadores de cadeira de rodas dos Paços do Concelho, onde foi instalado o Balcão Único, um local onde os munícipes podem tratar de vários assuntos, entre os quais o pagamento da fatura da água.

A presidente da câmara, Anabela Freitas (PS), disse que esta rampa está a ser feita pelos carpinteiros dos serviços da autarquia e que vai ficar ali permanentemente, embora possa ser retirada quando for necessário, por exemplo, durante a realização da Festa dos Tabuleiros.

- Publicidade -

Edifício da Câmara Municipal de Tomar. Foto: DR
Edifício da Câmara Municipal de Tomar. Foto: DR

A autarca socialista está consciente das consequências que poderão resultar desta situação. “Mais um processo em tribunal”, admitiu, acrescentando que esta é, no entanto, uma situação onde as pessoas têm que ser colocadas à frente da lei. “Sinceramente penso que as estruturas intermédias do Estado têm demasiado poder e vêm intervir em territórios que competem à autarquia”, referiu. Por causa deste impasse em termos de acessibilidades, os funcionários da Câmara de Tomar têm, muitas vezes, que vir ao exterior atender os munícipes, sabe o mediotejo.net.

anabela-freitas-acessibilidades-img_0140
Anabela Freitas deu conta da sua intenção à Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Catarina Marcelino Foto: mediotejo.net

No dia 31 de outubro, por ocasião da inauguração do Centro de Apoio a Migrantes, Anabela Freitas aproveitou a presença da Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Catarina Marcelino, para lhe dar conta desta decisão considerando que a situação não se pode arrastar.

Tal como o mediotejo.net noticiou, a Câmara de Tomar aprovou a 26 de abril deste ano – numa ocasião que o vereador Rui Serrano (PS) ainda tinha o pelouro do Urbanismo – um projeto de intervenção no edifício dos Paços do Concelho que previa obras e mudanças no mesmo a pensar nas pessoas com mobilidade reduzida. De acordo com o mesmo, o acesso ao Balcão Único passaria a fazer-se pelas traseiras do edifício, incluindo ainda um elevador e casa-de- banho para pessoas deficientes.

Apesar de Rui Serrano ter entregue os seus pelouros, o projecto vai manter-se embora Anabela Freitas refira que o mesmo tenha que ser revisto devido aos elevados custos que comporta. “Se houver alterações terão sempre que ir a reunião de executivo”, disse.

O mediotejo.net contactou a Direção Geral do Património Cultural, através dos seus serviços de assessoria, sobre este assunto, mas não obteve resposta.

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here