Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Julho 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar: Câmara vai fazer obras nos Paços do Concelho a pensar na acessibilidade das pessoas com mobilidade reduzida

A Câmara de Tomar aprovou, por unanimidade, na reunião desta terça-feira, 26 de abril, um projecto de intervenção no edifício dos Paços do Concelho que prevê obras e mudanças no mesmo a pensar nas pessoas com mobilidade reduzida.

- Publicidade -

IMG_4897
Projecto foi apresentado pelo vereador Rui Serrano (foto mediotejo.net)

O projecto foi apresentado pelo vereador Rui Serrano (PS) e prevê duas fases: a mudança do acesso ao Balcão Único (onde se encontram os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento, entre outros) por parte dos munícipes pela fachada tardoz, ou seja pelas traseiras dos Paços do Concelho e a instalação de um elevador que permita o acesso destes munícipes com mobilidade reduzida aos três pisos do edifício. “Agora que foi aprovado em reunião de câmara, vamos remeter o mesmo à Direcção Geral do Património Cultural (DGPC) para que nos dê um parecer positivo”, explicou o vereador ao mediotejo.net. As obras, informou, estão orçadas em 120 mil euros e devem-se ficar concluídas ainda durante este mandato.

- Publicidade -

IMG_3850
Um cidadão em cadeira de rodas não tem acesso ao edifício, um problema que se arrasta desde sempre

“O problema das acessibilidades aos Paços do Concelho sempre foi uma preocupação deste executivo desde que tomou posse”, referiu Rui Serrano, acrescentando que chegou a ser aprovado em reunião de câmara um projecto mas que acabou por receber o parecer negativo da DGPC já que envolvia obras na fachada dianteira do edifício que está classificado como imóvel protegido.

“Tivemos que pensar numa alternativa e acabamos por verificar que era fácil rebaixar o passeio na fachada tardoz e aproveitar os arcos que ali estão para fazer um pequeno hall e a entrada. Os serviços do Balcão único apenas vão mudar de posição, passando para o local onde atualmente se faz o atendimento ao público”, explicou.

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome