Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Setembro 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar: Câmara prepara mais estacionamento pago à superfície

A Assembleia Municipal de Tomar aprovou, na sessão realizada a 30 de junho, o Regulamento Geral das Zonas de Estacionamento Tarifado de duração limitada, o que implica que mais ruas na cidade vão passar a ser taxadas.

IMG_7266
Alameda Um de Março vai ter parquímetros dos dois lados. Foto: mediotejo.net

De acordo com os documentos, as ruas de Estacionamento Tarifado (ZET1) onde vão ser instalados parquímetros para que se comece a pagar estacionamento e as artérias a tarifar – entre as 09h e as 19 horas – são a Av. Marquês de Tomar, Av. Cândido Madureira, Praceta Infante D. Henrique (em frente à Mata dos Sete Montes), Rua dos Arcos, Rua Infantaria 15 (em frente à Misericórdia), Travessa da Misericórdia e os parques em frente ao café Capítulo e ao Novo Banco na Av. Norton de Matos.
- Publicidade -

Também está a prevista a tarifação (ZET2) na Alameda Um de Março, Av. Angela Tamagnini, Av Egas Moniz (do 37 ao 43), Av. General Norton de Matos, Parque de Estacionamento da rua das Carrasqueira, Parque de Estacionamento Santa Iria, Parque do Mercado Municipal, Rua dos Construtores Civis, Rua Amorim Rosa, Rua Carlos Campeão, Rua da Carrasqueira, Rua da Cascalheira, Rua da Fábrica da Fiação, Rua de Santa Iria, Rua do Centro Republicano, Rua Fonte do Choupo, Rua João dos Santos Simões, Rua Major Ferreira do Amaral, Rua Marquês de Pombal, Rua Voluntários da República, Travessa da Cascalheira e Travessa Fonte do Choupo.

IMG_7258
Rua João dos Santos Simões já tem parquímetros. Foto: mediotejo.net

Os eleitos aprovaram ainda a criação de uma bolsa de estacionamento para os residentes na Alameda Um de Março, eventualmente na Rua João dos Santos Simões ou, em alternativa, criar um crédito de algumas horas de estacionamento por dia para cada morador. O regulamento prevê um Dístico de Residente do Centro Histórico para quem tem o seu domicílio permanente na zona de estacionamento tarifado e também prevê isenção para os comerciantes do mercado municipal, ou seja, que sejam detentores de documento comprovativo de que exercem ali a sua atividade profissional.
O título de estacionamento pode ser requerido em www.cm-tomar.pt.
De acordo com o preâmbulo do documento, a medida deve-se “ao crescente aumento de circulação automóvel dentro do perímetro urbano e a consequente procura de estacionamento, cujos espaços são limitados e inferiores à procura”.
Este assunto, que gerou alguma discussão na sessão de assembleia municipal – levando os líderes das várias bancadas políticas a reunirem para chegarem a um consenso no que concerne à redação final da proposta – ainda regressará à próxima reunião de câmara para ser novamente analisado.
- Publicidade -

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome