- Publicidade -

Tomar | Câmara aprova voto de pesar pela morte de Fernando Jesus, ex-autarca e provedor

O executivo da Câmara Municipal de Tomar aprovou na terça-feira, dia 3 de março, um voto de pesar pelo falecimento de Fernando Lopes de Jesus, empresário, antigo vereador, membro da Assembleia Municipal (tendo assumido a sua presidência), e provedor da Santa Casa da Misericórdia de Tomar durante duas décadas. Fernando Jesus faleceu aos 84 anos.

- Publicidade -

Nascido a 31 de dezembro de 1936, o empresário tomarense era militante do Partido Social Democrata. Fernando Lopes de Jesus faleceu na sua residência na Alameda 1 de Março, centro histórico da cidade, precisamente no dia 1 de março, Dia de Tomar.

Casado com Maria José de Jesus, e pai de Jorge de Jesus e Vítor de Jesus, foi a sepultar esta terça-feira, dia 2, no Cemitério Antigo, após cerimónias restritas à família direta devido à situação de pandemia.

- Publicidade -

O executivo municipal aprovou por unanimidade um texto de voto de pesar apresentado pelo vereador Francisco Madureira na reunião de Câmara, que abaixo se transcreve.

“Faleceu Fernando Lopes de Jesus. E Tomar perdeu um cidadão que defendeu causas durante várias décadas. Ao longo dos seus 84 anos de vida, Fernando Jesus desempenhou várias funções, deixando a sua marca em Tomar, enquanto empresário, sócio-gerente da empresa Auto-Mecânica Tomarense, e como autarca, foi vereador na Câmara Municipal, e e exerceu funções de presidente e secretária da Assembleia Municipal. Fernando Lopes Jesus foi igualmente provedor da Santa Casa da Misericórdia de Tomar ao longo de mais de duas décadas. Em homenagem a este tomarense, autarca e empresário, Tomar não pode deixar de expressar a sua mais profunda gratidão pelo contributo dado à comunidade e pela sua ação sempre pautada pelo espírito de entrega e companheirismo. Aos seus familiares, expressa-se as mais sentidas condolências”, termina.

Também a concelhia do PSD se manifestou em nota de pesar nas redes sociais, numa referência ao “destacado militante”.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -