Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Domingo, Novembro 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | Biblioteca Municipal acolhe palestras sobre o combate à vespa asiática

A Associação dos Apicultores do Centro de Portugal (Apicultores do Centro) promove esta sexta-feira, dia 12, duas palestras sobre a vespa velutina. Os eventos decorrem no auditório da Biblioteca Municipal de Tomar e pretendem capacitar quer apicultores, quer a população em geral para o combate a esta praga que tem afetado exponencialmente o nosso país nos últimos anos.

- Publicidade -

A partir das 17h00 terá lugar uma palestra dirigida à população em geral e a partir das 20h30 será dirigida aos apicultores.

O orador será Bruno Moreira, do grupo Turma da Abelha, um experiente formador e apicultor que luta há já vários anos contra a vespa velutina na região norte de Portugal.

- Publicidade -

Bruno Moreira, da Turma da Abelha. Foto: mediotejo.net

Esta iniciativa surge porque os Apicultores do Centro têm recebido muitos pedidos de informação vindos de fora do seu universo de sócios, com pessoas a pretenderem saber como travar a propagação desta praga.

Neste sentido, as palestras vão incidir sobre a identificação de vespas, como as combater e o que fazer quando é avistado um ninho.

“Apesar de os apicultores serem os primeiros a sentir o impacto da vespa velutina, com perdas avolumadas de colmeias, as consequências ao nível de integridade pessoal, de risco ecológico, ambiental e socioeconómico que a espécie potencia, são fatores que sublinham a importância de um combate generalizado pela população”, por isso a associação viu pertinência e necessidade em contribuir para a formação de todos.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome