Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Terça-feira, Maio 11, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | BE contra aeroporto de Tancos alerta para impacto ambiental e económico

À semelhança do que tem sucedido nos restantes concelhos do Médio Tejo, a Câmara de Tomar aprovou esta semana uma moção pela valorização do aeroporto de Tancos, por forma a que seja estudada a sua utilização como unidade aeroportuária complementar à Portela. Na discussão em assembleia municipal, sexta-feira, 21 de fevereiro, apenas o Bloco de Esquerda (BE) se mostrou em desacordo com o entusiasmo geral com a medida, votando contra a moção.

- Publicidade -

Face a uma aparente surpresa das restantes bancadas, a deputada Maria da Luz (BE) esfriou os ânimos ao alertar para o facto de um aeroporto na região trazer inevitavelmente consequências ecológicas, alterando a qualidade de vida das populações, nomeadamente devido ao aumento da poluição do ar.

Argumentaria ainda que, mesmo em termos económicos, Tomar pouco ganharia com o aeroporto. “Tomar o que ganharia era estar numa zona extremamente perigosa”, afirmou.

- Publicidade -

Maria da Luz considerou a proposta “pouco consistente” e que, a avançar, o aeroporto de Tancos acabará por receber o tráfego que Lisboa não quer. Afirmou ainda acreditar que o turismo religioso pouco ganharia com um aeroporto na região.

As observações da deputada do BE não foram acompanhadas por mais nenhuma das bancadas. A presidente da Câmara, Anabela Freitas (PS), explicaria que a proposta para um aeroporto em Tancos tem que ser encarada de uma perspetiva regional. “Um investimento na Barquinha é bom para todos”, frisou, referindo ainda a importância de manter os militares no território.

O tópico acabaria por ser aprovado por maioria, com voto contra do BE. Já em Abrantes, em reunião de Câmara, o vereador do BE votou igualmente contra a mesma Moção.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. Um futuro aeroporto em Tancos custaria apenas um “armazém” adaptado para servir de gare para as Low cost e bastaria por um mini bus a fazer a ligação pendular com a estação ferroviária do entroncamento (menos de 15 minutos ) para ligar a linha do norte e ao nivel rodoviário há um nó de autoestrada a menos de 2 minutos ficando de carro Abrantes a 15 minutos,Tomar a 20 minutos, Fátima a meia hora, Santarém e leiria a menos de 45 minutos , Coimbra e Caldas da rainha a uma hora, Figueira da Foz e Lisboa a menos de uma hora e meia …..Um investimento irrisório, que traria desenvolvimento para fora de Lisboa e Porto e iria aliviar o congestionado aeroporto de lisboa deslocalizando parte das low cost para fora de lisboa dando-lhes espaço aéreo e logística barata para operar ….uma opção barata , rápida e sem impactos ambientais alem dos já existentes –

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome