Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quarta-feira, Dezembro 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | Associação promove Jantar da Gratidão num encontro solidário de networking

O Jantar da Gratidão, um encontro solidário promovido pela associação Solo Adventures de Tomar, decorre este sábado, dia 27, numa iniciativa que pretende ser um momento de partilha, com convidados especiais e onde se promovem ligações e contactos entre amigos e com pessoas inspiradoras. O objetivo do jantar é angariar verbas para oferecer bolsas de apoio a jovens “nem-nem” (que já não estudam mas ainda não trabalham) e a pessoas em contextos sociais desfavorecidos, num programa a ser lançado em 2022 pela Solo Adventures.

- Publicidade -

Com início marcado para as 19h30, o evento conta com a presença de Joana Feliciano, fundadora da associação Solo Aventures e entre os convidados estará o tomarense João Victal, presidente da Sociedade Banda Republicana Marcial Nabantina, mordomo da Festa dos Tabuleiros nos 2007, 2011 e 2015, funcionário da Assembleia Municipal de Tomar e
Vice Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Tomar.

O jantar tem um valor de 15€ incluído entradas, jantar, bebidas, sobremesa e animação, sendo que o valor reverte para o pagamento do jantar e em parte como donativo simbólico para a associação sem fins lucrativos Solo Adventures e a sua missão social.

- Publicidade -

“Aqui as viagens são as pessoas e a mudança não se faz sozinha. Nós ajudamos! A mudança pode estar a uma história de vida de distância, juntem-se a nós neste momento inspirador e solidário!”, refere Joana Feliciano, fundadora da Solo Adventures, que acrescenta que esta “é uma das iniciativas previstas no plano de atividades e eventos presenciais que estamos a retomar após o confinamento. Tomar marca o início da retoma dos nossos jantares da gratidão anuais, depois estaremos em torno da mesa de jantar dia 18 de dezembro de 2021 em Coimbra e dia 22 de janeiro 2022 em Lisboa”.

O objetivo comum é a promoção de uma angariação solidária. “Pretendemos angariar para oferecer bolsas de apoio a jovens “nem-nem” e a pessoas em contextos sociais desfavorecidos no enquadramento do programa de mentoria & desenvolvimento humano que vai ser lançado em 2022″, refere a responsável pela associação em comunicado.

O jantar vai acontecer na Sala da Nabantina do Restaurante O Jardim, na Rua Silva Magalhães, a partir das 19h30 e com lugares limitados. As inscrições devem ser feitas por email para geral@soloadventures.pt ou soloadventuresofficial@gmail.com, ou via https://bit.ly/jantartomar21

A Solo Adventures é uma associação sem fins lucrativos sediada no concelho de Tomar mas presente em vários pontos de Portugal através da sua equipa de voluntariado, que se assume como “uma comunidade de Sonhador@s Praticantes” e que tem o intuito de “inspirar e empoderar pessoas que procuram o seu propósito, fomentando uma maior consciência individual, social e cívica”.

O plano de ação da associação desenvolve-se através de uma metodologia baseada em três pilares (autoconhecimento, autorrealização e ligações interpessoais), com foco na saúde mental, no desenvolvimento humano e no bem-estar emocional.

A sua missão está também em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, nomeadamente os pontos 3 (Saúde de Qualidade), 10 (Reduzir as Desigualdades) e 17 (Parcerias para a Implementação dos Objetivos).

A associação Solo Adventures sonha ser “um dos maiores Hubs de Desenvolvimento Humano em países de Língua Portuguesa, pretendendo capacitar e empoderar cada vez mais pessoas para que atinjam maiores níveis de bem estar e de autorrealização, a fim de contribuir para sociedades mais felizes e interligadas”.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome