PUB

Tomar: aprovadas novas regras para votação no orçamento participativo

O executivo municipal de Tomar aprovou esta segunda-feira, 15 de fevereiro,  as regras da nova fase de votação do Orçamento Participativo de 2016, dando seguimento da deliberação de 1 de fevereiro. Não decidiu, porém, qual será a data em que arranca a nova votação. A proposta foi aprovada por maioria, com a abstenção dos vereadores do PSD e dos “Independentes por Tomar”.

PUB

Recorde-se que, tal como o jornal mediotejo.net deu conta, a autarquia tomarense foi obrigada a anular a votação do orçamento participativo de 2015 devido ao facto de terem sido detectados cerca de 3000 votos irregulares.

Na reunião de 1 de fevereiro, a autarquia deliberou anular a votação e abrir um procedimento que terá novas regras de votação, ao qual concorrem os 37 projectos que já tinham sido seleccionados em 2015.

PUB

IMG_2684
Vereador Hugo Cristóvão explicou a proposta

De acordo com o que o vereador Hugo Cristóvão explicou ao mediotejo.net, esta nova fase do processo de votação vai ter três partes: revalidar todos os votos presenciais feitos anteriormente (e que foram acompanhados pelos técnicos e, por este motivo, são considerados como válidos),  voto on-line (com mais um elemento de segurança do que no  sistema anterior que consiste em votar após se ter inscrito para receber um código de validação) e o voto presencial, numa urna colocada para o efeito no Complexo Desportivo Municipal.

Os vereadores do PSD, pela voz de João Tenreiro, discordam deste processo, considerando que tudo devia ter sido anulado ou que deviam ter aproveitado todos os votos considerados válidos e não apenas os presenciais. Discordam ainda do facto das juntas de freguesia serem impedidas de organizar e receber votos presenciais no âmbito do Orçamento Participativo, dado que existirá apenas um local de voto presencial na cidade.

Um argumento que não foi acolhido pelo vereador Hugo Cristóvão. “Esse voto presencial já existiu tendo sido agora por nós revalidamos. O voto presencial é muito residual mas, em todo o caso, não quisemos deixar de dar essa oportunidade. Qualquer pessoa que resida no concelho pode votar nessa urna que será colocada no Complexo Desportivo Municipal e que estará disponível ao público num período bastante alargado”, disse.

PUB
PUB
Elsa Ribeiro Gonçalves
Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).