Tomar | Aniversário da biblioteca com estantes cheias de atividades

A Biblioteca Municipal António Cartaxo da Fonseca comemora o seu vigésimo aniversário nas instalações atuais com um programa de cinco dias. Entre os dias 13 e 17 de novembro estão previstos debates, aulas abertas, sessões de contos, workshops, concertos e nem o bolo de aniversário ficou esquecido.

PUB

A primeira atividade tem início às 17h30 desta segunda-feira com um debate/mesa redonda que reúne diversos convidados em torno do tema “20 anos da BMT António Cartaxo da Fonseca”, seguindo-se um momento musical com a associação Canto Firme. O dia 14, terça-feira, é dedicado às aulas abertas de História de Arte, às 14h30, e de Literatura Portuguesa, às 15h30.

António Cartaxo da Fonseca é o patrono da Biblioteca Municipal de Tomar. Foto: DR

PUB

O dia 15 fica marcado pela presença do humorista e contar de histórias Jorge Serafim em três sessões de contos para os alunos do primeiro e segundo ciclos (11h00, 14h00 e 15h00) e um serão de contos para o público em geral, a partir das 21h00. Neste dia também se cantam os parabéns e apagam-se as velas no bolo oferecido pelo Centro de Formação de Tomar, pelas 16h00.

Na quinta-feira, dia 16, estão previstos dois workshops ligados à gastronomia. Os “petiscos tradicionais portugueses e esculturas de fruta” são a sugestão para as 10h30 e os “hambúrgueres vegetarianos e acepipes” a das 14h30. As comemorações terminam na sexta-feira, dia 17, com um espetáculo de música e dança pelos alunos da Sociedade Filarmónica Gualdim Pais a partir das 10h15.

A iniciativa pretende homenagear António Cartaxo da Fonseca, patrono, bibliófilo tomarense e patrono da biblioteca municipal que doou mais de 60 mil volumes para o acervo deste equipamento cultural. No âmbito do vigésimo aniversário será, igualmente, reeditada uma brochura alusiva com a reprodução de um artigo de Fernando de Araújo Ferreira e fotografias antigas.

PUB
PUB
Sónia Leitão
Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).