- Publicidade -

Segunda-feira, Janeiro 24, 2022
- Publicidade -

Tomar | Agrupamento Nuno de Santa Maria grava hino e canções do mundo (c/vídeo)

O auditório da Biblioteca Municipal de Tomar transformou-se num enorme estúdio de gravação nos dias 17, 18 e 19 de maio, ocasião em que alunos, professores, funcionários e encarregados de educação do Agrupamento Escolar Nuno de Santa Maria, ali se juntaram para cantar músicas do mundo e, no final, o novo hino escolar. O lançamento do DVD será feito no dia 19 de junho, no Cine-Teatro Paraíso.

Vereador Hugo Cristóvão com a diretora do Agrupamento, Maria Celeste Sousa e João Mota Oliveira, da Clave de Soft Foto: mediotejo.net
- Publicidade -

A diretora do agrupamento, Maria Celeste Sousa, explicou ao mediotejo.net que resolveram aderir ao desafio “Sing The World” da empresa Clave de Soft no sentido de colocar o Agrupamento a cantar canções do mundo. “Pareceu-nos que este projeto fazia sentido porque vamos no 5.º ano de Agrupamento e colocar alunos, do pré-escolar ao 12.º ano, professores, funcionários e pais a cantar é um motivo importante na vida do Agrupamento”, referiu, acrescentando que as canções do mundo foram escolhidas pelos próprios. Após a gravação das canções do mundo, foi cantado, na quinta-feira, 19 de maio, o hino do Agrupamento que passa uma mensagem de força e resiliência.

Alguns pais durante a gravação do hino do Agrupamento Foto: mediotejo.net

 

- Publicidade -

“Este hino apela a um sentimento de trabalho, rigor e de amor à escola. Cada vez mais temos que consciencializar os nossos alunos que é possível lutar por um mundo melhor. Temos que ser resilientes, nunca fraquejar”, disse, acrescentando que a construção do hino ficou mais a cargo dos professores. A forma como vai ser cantado “é uma boa surpresa e que marca pela diferença, contando com a participação de todos”, disse.

Hugo Cristóvão, vereador da Câmara de Tomar, referiu que a autarquia apoia esta iniciativa, congratulando-se com a dinâmica do Agrupamento, que “sai do currículo e do espaço formal da sala de aula” para dinamizar um projeto que envolve toda a comunidade educativa. “Este tipo de iniciativas é importante, não só para a qualidade dos projetos mas para a formação destes jovens que esperamos que venham a ser bons profissionais e bons cidadãos”, salientou. Hugo Cristóvão, ex-aluno deste agrupamento, congratula-se pelo “contínuo” das atividades desenvolvidas, nomeadamente, pelos professores Júlia Quadros e José Morgado, mantendo o espírito de trabalho com a comunidade e fora do espaço escolar.

No final da gravação do hino, participantes fizeram a festa Foto: mediotejo.net
- Publicidade -

João Mota Oliveira, da empresa Clave de Soft, referiu que a ideia deste projeto passa por dar a possibilidade aos participantes de uma experiência única de gravarem profissionalmente um trabalho discográfico que depois é editado em formato DVD. “Queremos marcar estas crianças, estes jovens com esta experiência que podem mostrar, daqui a 15 ou 20 anos, aos seus filhos. E para isso temos que trazer, de Lisboa, um estúdio às costas”, atesta, fazendo um balanço muito positivo destes dias.

Veja o vídeo:

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome