Segunda-feira, Janeiro 24, 2022

Tomar | ACR Linhaceira meteu 40 Pais Natal a pedalar pelas ruas da aldeia (c/fotos e áudio)

A X edição do tradicional Passeio de Pais Natal em Bicicleta de Linhaceira (Tomar), juntou no sábado cerca de 40 participantes trajados a rigor, num percurso que percorreu as ruas de Linhaceira e Asseiceira, com as dezenas de Pais Natal a darem ainda um maior colorido à Aldeia Natal de Santa Cita.

- Publicidade -

Organizado pela Associação Cultural e Recreativa (ACR) de Linhaceira, o 10º Passeio de Pais Natal em Bicicleta é já uma tradição da aldeia tomarense, tendo Alberto Pinto e António Antunes, dois dos dinamizadores do evento, destacado ao mediotejo.net o envolvimento da população num convívio que é já uma tradição naquela localidade. 

ÁUDIO | ALBERTO PINTO E ANTÓNIO ANTUNES – ACR LINHACEIRA:

- Publicidade -

 

De salientar que, mesmo sem muita divulgação, apenas com alguns cartazes pela aldeia e freguesia e nas redes sociais, ainda compareceu um bom número de participantes vestido a rigor e de bicicleta para a 10ª edição dos Pais Natal em Bicicleta, numa tarde de são convívio e boa disposição. 

- Publicidade -

Fotogaleria de Luís Ribeiro/mediotejo.net:

Natural e residente em Tomar, tem como profissão Distribuidor, mas é com a fotografia que se identifica. É amante desta arte em geral, mas a sua verdadeira paixão é a Natureza e Vida Selvagem e os Retratos. É autor do livro de fotografia “Alma Nabantina” e fundador/administrador dos grupos do Facebook “Amigos da Fotografia de Tomar” e "Fauna de Tomar”. Colabora na área de fotografia na imprensa regional e local e já em 2018 foi júri convidado de dois concursos de fotografia. Neste ano conta também com duas exposições de fotografia coletivas, preparando atualmente a terceira.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome