Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Outubro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | Aberto novo concurso público de 2,7 milhões para requalificação da Várzea Grande

O executivo camarário de Tomar aprovou na reunião de 15 de outubro uma nova empreitada de requalificação da Várzea Grande. Na ocasião, a presidente da câmara, Anabela Freitas (PS) deu conta que o caderno de encargos foi “clarificado” para um melhor entendimento dos concorrentes, mantendo-se a proposta de procedimento de concurso público e nomeação do júri. A autarca relembrou ainda que o primeiro concurso ficou deserto, sendo que no novo caderno de encargos se registou um aumento do preço base em dez por cento. Também o prazo de execução foi aumentado para um ano.

- Publicidade -

O vereador José Delgado (PSD) fez uma intervenção no sentido de esperar que este novo concurso não fique deserto,  lamentando uma vez mais que nesta requalificação não esteja prevista a criação de um parque de estacionamento subterrâneo. Questionou ainda qual o “plano B” para colmatar a falta de estacionamento automóvel, no período da empreitada, durante a Festa dos Tabuleiros no próximo ano.

Anabela Freitas frisou que que a intervenção na Várzea Grande “apenas diminui 30 lugares” de estacionamento, explicando que a alternativa passa por criar lugares de estacionamento na zona do Flecheiro. Quanto à Festa dos Tabuleiros, a autarca informou que vai ser feita uma reunião com a Comissão Central da Festa, com a PSP e RI15, para que se saiba onde podem ser estacionados os autocarros.

- Publicidade -

Ainda sobre este assunto, o vereador Luís Ramos (PSD) questionou se os trabalhos arqueológicos foram equacionados neste novo caderno de encargos, tendo Anabela Freitas referido que o acompanhamento arqueológico é por conta do empreiteiro.

Anabela Freitas disse ainda que está a ser lançada uma empreitada de 2,7 milhões de euros, verba comunitária que não podia ser aplicada noutra obra.

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome