Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Setembro 18, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | 20 anos de Tuna Templária em exposição na Casa Vieira Guimarães

A Tuna Templária assinala os seus 20 anos de existência com uma exposição patente até dia 30 de maio na Casa Vieira Guimarães. Os vários momentos da tuna, nascida no seio do Instituto Politécnico de Tomar, podem ser revisitados de quarta a sexta-feira, entre as 10h00 e as 13h00 e entre as 14h00 e as 18h00.

- Publicidade -

A exposição, integrada nas comemorações do 20º aniversário da Tuna Templária que se assinalou em maio de 2020, sendo que a tuna faz 21 anos no dia 4 deste mês, retrata “20 anos de memoráveis momentos de convívio, partilha e amizade que guardamos; os festivais, as viagens, promovendo e elevando mais alto o nome do Instituto Politécnico e da cidade de Tomar; Bem como, os primeiros registos da nossa fundação; não podendo esquecer o evento mais marcante, realizado pela Tuna Templária. “O Templário” (Festival Internacional de Tunas da cidade de Tomar), que conta com dezoito edições realizadas, a caminho da décima nona”.

A lotação de acesso é limitada e o horário está sujeito a alterações de acordo com as normas publicadas pela DGS, no contexto da pandemia de covid-19.

- Publicidade -

Recorde na ligação abaixo algumas das iniciativas lançadas no âmbito do 20º aniversário da tuna, em 2020, que foram adiadas por força do confinamento, nomeadamente a estreia de um novo vídeo para o hino “Ronda dos Templários”, um tema original que pretende ser símbolo de união na adversidade e de contínua representação da cidade de Tomar e da casa da Tuna Templária, o Instituto Politécnico de Tomar.

Tomar | Tuna Templária do IPT assinala 20 anos com ciclo de iniciativas

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome