Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Sábado, Outubro 16, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Tigelada de Proença-a-Nova vence fase distrital das 7 Maravilhas em Castelo Branco

A tigelada de Proença-a-Nova foi apurada como pré-finalista às 7 Maravilhas Doces de Portugal, no concurso transmitido esta terça feira, dia 9, pela RTP 1 em direto da cidade de Castelo Branco. Autarcas e população rejubilaram de alegria por verem o seu doce regional reconhecido, conforme se pôde constatar no programa.

- Publicidade -

O doce integrava uma lista de sete que estiveram a votos até esta terça feira, dia 9 de julho, na eliminatória distrital de Castelo Branco. Do concelho da Sertã estiveram em concurso os Cartuchos de Amêndoa de Cernache do Bonjardim, os Coscoréis e as Filhós. A esta lista juntavam-se a Flor de Cereja de Ouro, do Fundão, as Cavacas, da Covilhã, e o Fidalgo de Cherovia, da Covilhã.

Entre o total de 140 doces a concurso a nível nacional, serão apurados 20 pré-finalistas através dos votos do público, aos quais se juntarão mais oito pré-finalistas repescados por um júri composto por sete figuras do espaço mediático. Isso quer dizer que os doces que não ficaram em primeiro na votação do público, ainda podem vir a ser repescados.

- Publicidade -

Dos 28 pré-finalistas serão apurados 14 doces em duas semi-finais (24 e 31 de agosto), dos quais serão depois eleitos os setes doces designados 7 Maravilhas de Portugal na Gala Finalíssima agendada para o dia 7 de setembro.

No caso do distrito de Santarém, a “Palha de Abrantes” conseguiu vencer a final distrital no dia 5 de julho, após uma votação muito disputada e renhida até final com o doce “Bons Maridos”, de Ferreira do Zêzere.

A Tigelada de Proença-a-Nova é um produto tradicional com baixo valor energético (198 kcal por 100 gramas) e também pouca gordura.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome