- Publicidade -

Tejo: Poluição regressa e ProTejo pede ajuda ao Ministro do Ambiente

O Movimento pelo Tejo, ProTejo, pediu hoje ajuda ao ministro do Ambiente para solucionar os problemas de poluição que afetam o rio Tejo, em carta enviada também enviada aos órgãos de comunicação social, e depois de focos visíveis de poluição terem acontecido nos últimos dias no Tejo.

- Publicidade -

Na missiva, que transcrevemos, o movimento ambientalista lembra que o “Plano de combate à poluição do rio Tejo” que se encontra a ser elaborado pela Comissão nomeada pelo Ministro do Ambiente “já se encontra largamente ultrapassado em mais de um mês” sem que seja dado a conhecer o seu conteúdo.

“Exmo. Senhor Ministro do Ambiente

- Publicidade -

João Pedro Matos Fernandes

O proTEJO é um movimento de cidadania em defesa do Tejo denominado “Movimento Pelo Tejo” (abreviadamente proTEJO) que congrega todos os cidadãos e organizações da bacia do Tejo em Portugal, trocando experiências e informação, para que se consolidem e amplifiquem as distintas atuações de organização e mobilização social.

Neste âmbito, realizámos em 26 de setembro de 2015 uma “Manifestação contra a poluição no rio Tejo” face ao significativo número de episódios de poluição que o rio Tejo vinha sofrendo, visíveis a olho nu e registados por diversos cidadãos que integram a rede de vigilância do rio Tejo deste movimento.

Em consequência dos protestos realizados constatou-se que o Ministério do Ambiente aumentou a sua ação no terreno através da intervenção da IGAMAOT e em resultado disso registou-se de fato uma diminuição nas ocorrências de poluição ainda durante o ano de 2016.

No entanto, nos últimos dias de outubro e início de novembro do ano corrente a poluição visível no rio Tejo tem vindo novamente a aumentar constatando-se um aumento do número das ocorrências e um significativo nível de poluição.

Neste sentido vimos juntos de vossa Ex.ª requerer que sejam tomadas medidas que permitam obviar e impedir a continuação da poluição do rio Tejo, designadamente:

1º A brevidade da finalização e publicidade do “Plano de combate à poluição do rio Tejo” que se encontra a ser elaborado pela Comissão nomeada pelo Senhor Ministro do Ambiente.

Com efeito, o prazo limite estabelecido pelo Senhor Ministro do Ambiente para final de setembro de 2016, após prorrogação do prazo inicial de final de junho de 2016, já se encontra largamente ultrapassado em mais de um mês sem que seja dado a conhecer o conteúdo do referido plano;

2º O incremento da intervenção da IGAMAOT e da Agência Portuguesa do Ambiente tendo em vista a deteção das origens e dos focos de poluição que estão a agravar-se neste momento, bem como a tomada das ações coercivas que impeçam a continuidade da ação poluidora.

Bacia do Tejo, 4 de Novembro de 2016

Pelo proTEJO,

José Moura e Paulo Constantino

(Os porta-vozes do proTEJO)

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. Boa José Moura e Paulo Constantino, e acreditem que fiquei contente com esta vossa posição mesmo que com um ligeiro atraso em relação ao terreno. Sim confirmo que esta posição também é a minha através do sos observatório ambiental.
    Já agora e aproveitando a oportunidade, sugiro que também devem apresentar queixa directamente ao snr Comissário do Ambiente Karmenu Vella, para evitar ser só a minha a ser atendida. Tem 2 formas de o fazerem ou através da página das queixas para a Comissão, ou através do email do seu gabinete e que actualmente já está visível ao público. Qualquer empresa, associação ou individual pode apresentar queixas ou denuncias e de preferência com as fotos a acompanhar
    Já todos chagámos à conclusão de que não será uma questão de governos e dos respectivos nomes, sendo que esta situação terá de se começar a discutir na Comissão e no Parlamento Europeu. Fiquem todos bem e entretanto vão passando no meu site pois já tem por lá novidades.https://sos-riotejo.blogspot.pt/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -