Tecnologia | Marcelfie: a app de um maçaense que está a conquistar os internautas

Foto: DR

Tem 24 anos, 15 deles vividos em Mação, terra do pai. José Brízida é licenciado em Comunicação Empresarial e pós-graduado em Marketing Digital. Seguiu o objetivo de criar a sua própria agência, mas foi de uma fusão com outra já existente no mercado que nasceu a Mosca Digital, responsável pela aplicação móvel do momento: a Marcelfie. Lançada a 28 de agosto, já ocupa o top das aplicações descarregadas na Play Store do sistema Android, estando também já disponível na AppStore do iOS. De que se trata? É nada mais, nada menos, que a aplicação que vai permitir que não seja o único português sem uma selfie com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

PUB

Em conversa com o mediotejo.net, José Brízida conta-nos que a sua ligação ao mundo da comunicação, do marketing e da criatividade surge após um estágio no fim de licenciatura, “numa das maiores agências de comunicação do país” e onde permaneceu três anos. Findo esse tempo, outros desafios e projetos foram surgindo, mas algo foi ganhando força: a vontade de criar a sua própria agência de comunicação.

“Estive praticamente um ano com essa agência, a Letra Cinética, onde tive alguns desafios e alguns clientes. Mas depois surgiu a opção de fundir essa agência com outra existente já no mercado, que é a Mosca Publicidade. E assim nasceu a Mosca Digital, que pertence a este grupo”, contextualizou o jovem criativo, CEO desta nova agência que funciona num ambiente informal “mas que não deixa de ser profissional”.

PUB
Parte da equipa da agência a testar a sua Marcelfie. Créditos: Mosca Digital

Uma das características desta agência jovem é “romper com o paradigma da formalidade” que assenta na maioria deste tipo de agências. “Queremos trazer uma nova visão para o mercado, achamos que há um espaço no mercado que está por explorar e que poderá ter franca expansão. E é isso que estamos a fazer. Trazer a criatividade para o digital e para isto nada melhor do que mostrar que somos criativos, ao invés de dizer que somos criativos”, terminou o sócio nº3 desta empresa.

A Marcelfie surge como o segundo projeto de posicionamento da empresa, explicou José Brízida, lembrando o jogo para computador que pretendia ajudar Madonna a estacionar na Rua das Janelas Verdes, em Lisboa.

PUB

“Esta ideia surgiu devido à polémica que houve em torno dos lugares de estacionamento cedidos à cantora pela Câmara de Lisboa. Aqui o utilizador tem de ajudar a Madonna a estacionar o carro. E foi um sucesso, em torno de Lisboa, mas sem visibilidade a nível nacional por ser um assunto local”, afirmou.

Créditos: Mosca Digital

Já a aplicação gratuita Marcelfie, entenda-se que a conjugação de “Marcelo” com “selfie”, prosseguiu a partir do “conhecimento de potencial grande” do projeto, e havendo a revelação de um estudo de mercado que apontava que “52,5% [o que equivale a cerca de 5 milhões] dos portugueses gostariam de ter uma selfie com o Presidente da República. Isso sim, foi a nossa tacada final e a certeza de que seria uma ideia viável”.

A aparência da aplicação, que disponibiliza vários frames para tirar a selfie perfeita com Marcelo. Créditos: Mosca Digital

Quanto à aplicação em si, José explica que a Marcelfie “disponibiliza a qualquer português ter uma selfie com o Presidente da República de forma muito simples, por ser uma aplicação fácil de utilizar, em que o utilizador ao fazer download da aplicação tem apenas a opção de escolhar uma das frames disponíveis [fotos onde o Presidente está presente em diversas posturas], tirar a foto e partilhar a foto nas redes sociais”.

O sucesso junto dos internautas já está garantido, e o alcance dos tops de lojas de aplicações móveis idem. Resta agora saber o que achará Marcelo Rebelo de Sousa de tudo isto.

Para a Mosca Digital o ponto alto será “conseguir uma reação por parte do Presidente Marcelo e o objetivo final é que possa utilizar a aplicação e ele próprio tirar uma Marcelfie”.

Por agora não há “roadmap”, as ideias vão surgindo, e os 12 criativos da agência vão estando atentos à atualidade, sem saber o que o futuro lhes reserva. Mas se surgir uma oportunidade, que José garante que irá surgir, irão aproveitá-la.

Créditos: Mosca Digital

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here