Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Setembro 21, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

TAGUSVALLEY disponibiliza ferramenta para empreendedores testarem ideias de negócio

O TAGUSVALLEY – Parque Tecnológico do Vale do Tejo disponibiliza uma ferramenta online com base na metodologia NISI – Acerta e Escala, que ajuda os empreendedores com uma nova ideia ou produto que tencionam introduzir no mercado.

- Publicidade -

A plataforma na Internet nisi.tagusvalley.pt permite testar a ideia, o modelo de negócio e escalar para o mercado. Só tem de se registar, começar a elaborar o seu projeto e terá acesso a vídeos formativos, documentos de trabalho e exemplos de aplicação, afirma a instituição, em nota de imprensa.

Para complementar a criação o projeto e tirar dúvidas, os usuários podem consultar o INOVA-TE – Gabinete de Apoio ao Empreendedor, disponível às quartas-feiras entre as 9h e as 20h, através de agendamento prévio na página do TAGUSVALLEY (www.tagusvalley.pt). A plataforma dá garantias de sigilo, dado que apenas o utilizador registado tem acesso ao seu projeto.

- Publicidade -

O programa NISI – Acerta e Escala baseia-se na metodologia expressa no manual “Nail It then Scale It”, de Paul Ahlstrom e Nathan Furr, e é uma ferramenta de apoio ao processo criação de empresas, que ensina os empreendedores a mitigar o risco, a colocar de lado as más ideias e a desenvolver as que se mostram boas.

Esta ferramenta do TAGUSVALLEY, de acesso gratuito, insere-se no projeto INOV.TECH, contando com o apoio do Programa Operacional Regional do Centro – Mais Centro, do Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN), e assenta em três fundamentos, ir para terreno, ou seja, ir ao encontro do cliente; ser capaz de mudar a ideia ou desistir rápido; e na honestidade Intelectual.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome