Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 31, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Taça do Ribatejo: Mação vence Abrantina e chega às Meias da Taça Ribatejo (com audio)

28 de fevereiro de 2016, 15 horas, Mação

- Publicidade -

Taça do Ribatejo de Seniores – Quartos de Final

Associação Desportiva de Mação 1 – União Desportiva Abrantina 0

- Publicidade -

Numa tarde de sol, com vento e frio, maçaenses e abrantinos jogavam o acesso às Meias-Finais da prova rainha do futebol distrital, perante uma plateia que se esperava em maior número atendendo à importância do jogo.

Começo de jogo repartido e movimentado com as equipas a procurarem a área contrária. A ADM com futebol mais vertical e a UDA com futebol em velocidade iam tentando levar perigo à área contrária. Esta toada deixava antever uma boa partida de futebol, mas não veio a verificar-se. Tirando estes dez minutos iniciais, o restante tempo de jogo foi passado sem que a bola incomodasse verdadeiramente os guarda-redes. O Mação, em 4-4-2, teve mais posse de bola, jogou mais tempo no meio-campo adversário mas não encontrou os espaços necessários para levar perigo à baliza de André Pereira, do outro lado estava uma União Abrantina, que jogava com um meio-campo povoado, com dois homens a jogar mais à frente da defesa, tendo Hélio o apoio de um homem nas suas costas e dois homens a entrar pelas alas, mas que ia demonstrando dificuldades em ligar o seu jogo. Muito certinha a defender e em não deixar o Mação entrar na sua área, mas quando queria sair para o ataque não era capaz de criar as ligações entre os setores. Realce para dois lances no primeiro tempo. Aos três minutos André Pereira não agarra à primeira um livre de Esteves, criando para as suas redes um lance de “frisson” que acabou, ele próprio, por resolver e aos 30 minutos, Persie em cima da linha de pequena área cabeceia para golo, mas André Pereira no sitio certo evita o primeiro do jogo.

_MG_9115
Persie cabeceia e André Pereira defende. Foi a melhor oportunidade em toda a primeira parte.

Ao intervalo registava-se um empate a zero que se aceitava e traduzia o que se tinha passado dentro das quatro linhas.

No segundo tempo as coisas melhoraram. Paulo Costa troca de avançados, tira Pedro Fernandes e mete no jogo Rui Bento, dando outra velocidade à sua frente de ataque. Logo aos 47 minutos, Persie na área abrantina, recebe no peito, mas quando se preparava para rodar e alvejar a baliza visitante, Toni tira-lhe “o pão da boca”. Aos 56 minutos, novamente Persie à entrada da área e no meio de dois defesas, rematou com tanto jeito que acabou por atirar para fora.

_MG_9178
Persie importunado por dois defesas abrantinos não consegue rematar com a melhor direção.

O minuto 64, ainda com 0-0, foi o minuto em que a União Abrantina dispôs da melhor oportunidade para marcar em todo o jogo, mas Hélio Ocante, na cara de João Rosa, desta feita não conseguiu dar a melhor direção ao seu remate.

_MG_9202
Hélio em excelente posição desperdiça a oportunidade de colocar os abrantinos em vantagem.

Paulo Costa sente que tem de fazer algo, tira o lateral João Vitor e coloca Bruno Lemos e passado um minuto (minuto 68), na única desatenção do último reduto abrantino, Persie, após a marcação de um canto da esquerda, faz o golo que leva a sua equipa à Meia-Final da Taça do Ribatejo.

_MG_9210
Golo de Persie após canto da direita do seu ataque.

Após este lance a equipa de Abrantes estica-se no terreno, Paulo Fernando, arrisca, faz entrar Picão e Topa, retirando Diogo Barrocas e Abilio. O jogo fica mais aberto. Aparecem mais espaços e os lances junto das áreas surgem com maior frequência, embora sem o perigo desejado por ambos os emblemas. Até final o lance de maior perigo foi ao minuto 79, quando Rui Sousa, num cabeceamento leva a bola a embater na barra do André Pereira.

_MG_9246
Rui Sousa de cabeça atira à barra naquela que foi a última grande oportunidade do jogo.

Final de jogo com a vitória da equipa da Associação Desportiva de Mação, que se aceita, se tivermos em conta a eficácia demonstrada pelas equipas e o que ambas os conjuntos fizeram ao longo de todo o jogo para chegar à área contrária. Destaques exibicionais para Persie e Ducho na equipa de Mação e para Toni e João Martins nos abrantinos.

_MG_9152
João Martins foi dos melhores em campo em Mação.

_MG_9051
Persie e Toni, duas exibições de mão cheia.

IMG_1968
Ducho, esteve em bom nível nesta partida da Taça.

Quanto ao trio de arbitragem, teve o seu trabalho a ser avaliado pelo observador do Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol de Santarém, e o bloco de notas do observador deverá ter dois lances em destaque, um em cada área. Um primeiro na área de Mação em que Saul puxa a camisola de Diogo Rosado e outro quando os maçaenses reclamam grande penalidade por mão na bola de um defensor abrantino, mas à distância em que nos encontramos temos dificuldades em avaliar se o lance é faltoso e se ocorre dentro ou fora da área. Gonçalo Freire mais perto mandou jogar e Diogo Gonçalves mesmo em frente ao lance nada disse. Tirando estes dois lances, o trio de arbitragem rubricou uma exibição de bom nível, bem a nível disciplinar e a mostrar frescura física, tendo acompanhado os lances de perto.

_MG_9198

Ficha do jogo

Campo Municipal Agostinho Pereira Carreira

Árbitros: Gonçalo Freire, Pedro Freire e Diogo Gonçalves

_MG_9022
Pedro Freire, Gonçalo Freire e Diogo Gonçalves

AD Mação

João Rosa, Diogo Rocha, João Vitor (Bruno Lemos), Gonçalo Lélé, Saul, Ducho, Luís Esteves, Samuel, Rui Sousa (Rodrigo), Pedro Fernandes (Rui Bento) e Persie

Suplentes: Mário Lopes, Bernardo Bento, Rui Bento, Rodrigo, Jorge, Bruno Lemos e Tenta Maeda

Treinador: Paulo Costa

_MG_9033
Associação Desportiva de Mação

UD Abrantina

André Pereira, Abílio (Topa), Toni, Manuel Vitor, João Rui, João Martins, Diogo Rosado, Diogo Barrocas (Picão), Bexiga (Bruno Moita), Miguel Seninho e Hélio Ocante

Suplentes: Chico, Topa, Monteiro, Cartaxo, Picão, Bruno Moita e Zé Heitor

Treinador: Paulo Fernando

_MG_9031
União Desportiva Abrantina

A opinião dos treinadores:

Paulo Costa (Mação)

Paulo Costa
Paulo Costa

Paulo Fernando (Abrantina)

Paulo Fernando
Paulo Fernando

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome