Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

“Sueca”, por Armando Fernandes

Sim, estamos na estação maluca, no entanto, para meu bem a borrasca que atacou gravemente a minha saúde, felizmente, não causou prejuízos cerebrais, assim o atestam os especialistas neurocirurgiões. As sequelas persistem a nível da condução e mobilidade, já gasto quatro quilómetros a andar diariamente, persisto sem desfalecimentos, escrevo quanto posso e quando aprisiono a inspiração. Porque aludo a pormenores individuais de saúde, que pouco interessam aos leitores? Porque Sueca na minha idade só no intuito de lavar os olhos ou jogar à sueca.

- Publicidade -

Esta sueca que trago à tona da água (estamos na quadra estival) é um doce frio muito adequado em época de Verão, feito de frutos cozidos em calda dispostos em camadas em formas ou terrinas, sendo mergulhados em geleia odorosa, pois recebe vinho ou licor, com bastante fruta. Ao atingir o estado sólido, desenforma-se, servindo-se com natas ou chantilly. Não é cansativa no fazer, dá a possibilidade de recuperar frutas muito maduras, afastando a doçaria de cariz industrial.

O leitor arrisque a surpreender a sua mulher, fale-lhe na sueca e comam-na aprazivelmente em conjunto. Uma sueca afastada dos pecados capitais, descontando o da gula. E, para beber? O Verão aconselha, eu também, o elegante e saboroso branco Cabernet Sauvignon, Conde Vimioso (Chancela TEJO) porque potencia a apreciação da sueca, a sós ou acompanhada de frutos secos de estirpe portuguesa, amêndoas, nozes e pinhões.

- Publicidade -

A sueca, o vinho e nozes ao cair da tarde, cai que nem ginja.

Armando Fernandes é um gastrónomo dedicado, estudioso das raízes culturais do que chega à nossa mesa. Já publicou vários livros sobre o tema e o seu "À Mesa em Mação", editado em 2014, ganhou o Prémio Internacional de Literatura Gastronómica ("Prix de la Littérature Gastronomique"), atribuído em Paris.
Escreve no mediotejo.net aos domingos

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome