Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

SL Cartaxo: Segundo lugar é fantástico e ilustra bem a nossa valia (com áudio)

Nasceu em São Vicente do Paul, concelho de Santarém, há 33 anos. Casado e pai de um menino e uma menina. Completou a quinta época como treinador principal, não conhecendo outro símbolo nessa função que o do Sport Lisboa e Cartaxo.

- Publicidade -

André Alexandre Abreu Luís começou como jogador na União de Santarém, passando para o União de Almeirim, onde ficou até ao segundo ano de seniores e onde se sagrou Campeão Distrital de juniores e seniores, jogando na antiga 3ª Nacional. Numa curta viagem parou em Alpiarça, para representar uma época “Os Águias”, indo em seguida para o Torres Novas onde ficou seis época. Nos torrejanos jogou na 1ª Distrital e na 3ª Nacional e venceu um Campeonato Distrital da 1ª Divisão. As últimas três épocas enquanto jogador foram passadas no Fazendense, Torres Novas e Coruchense.

Em 2011-2012 lançam-lhe o desafio de treinar os Juniores do Sport Lisboa e Cartaxo, convite que aceita, tendo na segunda época conquistado o título distrital e a consequente subida aos nacionais, o que para o SL Cartaxo não acontecia há 21 anos.

- Publicidade -

Desde 2013 que é o treinador dos seniores do emblema cartaxense, onde ajudou a crescer os jogadores que já tinha encontrado nos juniores e a potenciar o seu valor. Sofreu conjuntamente com esses jogadores para atingir a manutenção, estabilizou a equipa no meio da tabela e esta época levou o Cartaxo ao segundo lugar, o que vale o apuramento para a primeira eliminatória da Taça de Portugal. A equipa cartaxense é apontada, pelo outros treinadores, como uma das melhores a praticar futebol no campeonato que agora terminou.

Já trabalha na próxima época, embora a forte possibilidade é que não seja em Cartaxo, mas na 1ª Divisão Distrital.

André Luís e o balanço da época:

Perguntas rápidas:

1- Alguma equipa o surpreendeu ou encheu as medidas com o futebol que apresentou?

2- Alguma equipa que o tenha desiludido ou ficado aquém do que estava à espera?

3- Em termos individuais, pode apontar alguma figura do campeonato?

4- O melhor momento da época?

5- O pior momento da época?

6- No seu entender e pelo futebol jogado, Moçarriense, União Desportiva Abrantina e Rio Maior, foram efectivamente as equipas que mereceram descer de divisão?

7- Como avalia o desempenho da arbitragem nesta época?

A próxima época:

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome