- Publicidade -
Terça-feira, Dezembro 7, 2021
- Publicidade -

Sinos das igrejas vão tocar este sábado em memória das vítimas da pandemia

A Diocese de Portalegre-Castelo Branco aderiu à Jornada Memória e Esperança pelas vítimas da pandemia Covid-19. Este sábado, dia 23, às 12:00, todas as igrejas da sua área vão fazer soar os sinos e durante três minutos, segundo o pedido que a diocese fez às paróquias, através do Bispo Antonino Dias.

- Publicidade -

Solicitou ainda que se desse conhecimento deste gesto às comunidades cristãs “como sinal da nossa esperança, incluindo até um momento de oração de sufrágio pelos que partiram e de ação de graças pelo dom da vida” e que no Domingo se dê uma explicação sobre a iniciativa “de memória e esperança”.

Um grupo de cidadãos portugueses que teve a ideia solicitou à Conferência Episcopal Portuguesa que se junte “a esta iniciativa, através de um gesto simples mas de elevado significado”.

- Publicidade -

Informaram ainda que convidaram o Presidente da República a participar num dos eventos, a Assembleia da República a tomar alguma iniciativa, bem como outros responsáveis de várias comunidades religiosas.

A Conferência Episcopal Portuguesa já realizou uma celebração a nível nacional pelas vítimas da pandemia, no dia 14 de novembro de 2020, em Fátima, com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e do Primeiro-Ministro, António Costa.

Está ainda proposto pelo Conselho Permanente da Conferência Episcopal, que, durante a próxima Assembleia Plenária, que decorre de 8 a 11 de novembro, uma das celebrações eucarísticas tenha essa intenção especial pelas vítimas da pandemia.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome