PUB

Sertã | Vereador Jorge Coluna quer que Ministro avalie no local problema da EN238

O vereador Jorge Coluna (PSD) defendeu na ultima reunião de executivo da Câmara Municipal da Sertã convidar o Ministro das Infraestruturas a vir avaliar ao local, e com os seus próprios olhos, o problema da EN238, via considerada “estruturante” e que precisa de uma requalificação profunda e não de uma mera intervenção pontual.

PUB

O eleito, na qualidade de cidadão, dirigiu à Infraestruturas de Portugal (IP) algumas perguntas sobre a existência de projecto de requalificação da EN238 e a resposta que obteve (e que se reproduz mais abaixo) não o deixaram tranquilo pelo que, nesse sentido, e devido ao facto do Ministro das Infraestruturas e Habitação ainda não conhecer a realidade do estado da EN238, Jorge Coluna propôs ao executivo que o governante fosse formalmente convidado para se deslocar ao concelho da Sertã com o objectivo de presencialmente se inteirar da situação e poder conhecer a posição dos autarcas deste município do Médio Tejo.

O vereador propôs igualmente que o convite, a ser aceite pelo Ministro, fosse estendido no dia da sua deslocação aos presidentes das Câmaras Municipais do Fundão, Oleiros, Ferreira do Zêzere e Tomar.

PUB

Reunião de executivo da Sertã. Foto arquivo: mediotejo.net

O executivo concordou com a proposta e o presidente da autarquia, Farinha Nunes (PSD) afirmou que a mesma “fazia sentido”, pelo que a aprovação da mesma ficou em ata para ser executada, ou seja, convidar oficialmente o Ministro das Obras Públicas para vir ao terreno conhecer o problema pessoalmente.

PUB

Resposta da IP às questões do vereador Jorge Coluna:

“Na sequência da sua comunicação de correio eletrónico endereçada ao Senhor Ministro das Infraestruturas e Habitação , relativo à Requalificação da EN238, e endereçada à Infraestruturas de Portugal (IP) pela Secretaria de Estado das Infraestruturas, cumpre-nos informar V. Exa do seguinte:

O estado de conservação do pavimento da ER238, entre Ferreira do Zêzere e Cernache do Bonjardim está classificado como razoável entre Ferreira do Zêzere e o limite de distrito Santarém-Castelo Branco, encontrando-se o troço entre este local e Cernache do Bonjardim em condições de conservação um pouco inferiores.

Foi identificada pela IP a necessidade de intervenção neste último troço, estando prevista no planeamento de Curto/Médio Prazo desta empresa a intervenção de Grande Reparação designada por “ER238 – limite de distrito Santarém/Castelo Branco (km 22+720) e proximidade de Cernache do Bonjardim (km 34+835)”, cujo processo de concurso está em fase de preparação para contratação do projeto de execução.

Está igualmente prevista a intervenção designada por “EN238, km 22,220 a 28,000. Estabilização de Taludes”, sendo expectável que, no primeiro trimestre de 2020, se proceda ao lançamento do concurso público para a elaboração do respetivo projeto de execução.

Atendendo à impossibilidade de executar, no curto prazo, todas as intervenções necessárias, a IP utiliza os contratos plurianuais de conservação corrente (CCC) para assegurar a manutenção da rede, efetuando trabalhos de forma sistemática e periódica, de modo a suprir as situações consideradas mais críticas e a garantir as condições de segurança rodoviária.

Deste modo e no âmbito do CCC do distrito de Castelo Branco, a IP tem vindo a realizar trabalhos pontuais de conservação dos pavimentos da EN238, entre o km 22+720 e o km 31+000, e trabalhos de fresagem e reposição do pavimento entre o km 31,000 e o km 34,200, numa área de cerca de 10.500 m2, procedendo ainda à reposição da respetiva sinalização horizontal, e no concelho de Ferreira do Zêzere a IP vindo a fazer algumas  intervenções pontuais em pavimentos, no âmbito do CCC do distrito de Santarém”.

PUB
PUB
Mário Rui Fonseca
A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).