PUB

Sertã | União de freguesias insiste na mudança de data da Romaria de São Nuno

A presidente da União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais (UFCBNP), Filomena Bernardo levou à Assembleia Municipal a vontade partilhada pela comunidade em transitar a Romaria de São Nuno de Santa Maria para o dia 24 de junho, data do nascimento de Nuno Álvares Pereira. Acontece que essa data coincide com o feriado municipal da Sertã, considerando o autarca José Farinha Nunes que são programas distintos, e que a celebração do feriado municipal será sempre organização da autarquia.

PUB

Filomena Bernardo já havia assumido ao nosso jornal no último dia da 6ª edição, 29 de abril, a ideia de se mudar a data da realização da romaria, em Cernache do Bonjardim, para 24 de junho, considerando ser pertinente até por uma provável melhoria nas condições climatéricas, algo que não tem sucedido, e que na 6ª edição causou algum transtorno às celebrações religiosas e cerimónias previstas.

Durante a sessão ordinária pública do passado dia 30 de abril, a presidente de Junta interveio no período antes da ordem do dia, mencionando uma longa lista de municípios cujo feriado municipal é assinalado a 24 de junho, à semelhança do que sucede no concelho da Sertã.

PUB

“No meu concelho, no seu concelho, no nosso concelho, o feriado de 24 de junho existe porque em 1360 nasceu um dos mais ilustres portugueses, Nuno Álvares Pereira”, disse, durante a fase inicial do seu discurso.

“Mas aposto que 80% dos portugueses pensa que é mais um feriado em honra de São João”, continuou. “E diga-se a verdade, muito pouco se tem feito neste dia para lembrar a todos que é feriado municipal [na Sertã] porque nasceu Nuno Álvares Pereira”, frisou.

Filomena Bernardo fez ainda um balanço positivo da 6ª Romaria de São Nuno de Santa Maria, e reconheceu que, acima de tudo, “a parceria deste evento entre a União de freguesias e a Câmara Municipal tem sido excelente e tem cada vez mais projeção”.

Porém, reafirmou não compreender porque há resistência da parte do presidente da Câmara em alterar a Romaria para o dia do feriado municipal. “Por mais que me esforce, não consigo entender a teimosia de vossa excelência, em não querer que a Romaria de São Nuno se realize no nosso feriado municipal”, assumiu.

A Romaria de São Nuno de Santa Maria decorreu de 27 a 29 de abril, mas o São Pedro não ajudou, tendo a chuva condicionado as cerimónias religiosas e militares. Foto: mediotejo.net

Entre as razões indicadas pela presidente da União de Freguesias surge a chuva “que afasta os turistas que não vêm fazer turismo religioso, que tanto se fala, em abril”, bem como o facto de ser “frustrante para as coletividades e moradores, depois de um esforço enorme, verem a chuva a destruir o seu trabalho [ornamentação e decoração das ruas]”, Filomena Bernardo indicou que a sua razão para que haja esta transição da romaria é que “dia 24 de junho é o dia em que nasceu São Nuno, e por isso é feriado municipal no nosso concelho”.

“Por tudo isto, os cernachenses querem a romaria no dia 24 de junho. E aqui fica o nosso desafio”, terminou, reiterando a vontade da comunidade.

Por seu turno, José Farinha Nunes, presidente da Câmara da Sertã, mostrou-se apreensivo, mas aberto ao diálogo sobre esta questão. O autarca notou que se tratam de momentos diferentes, com programas diferentes.

“A romaria faz parte do turismo religioso, é aquilo que nós pretendemos. Mas romaria e turismo religioso é uma coisa, feriado municipal é outra”, referiu o autarca.

Farinha Nunes mencionou ainda que quem é responsável pela programação do feriado municipal é a Câmara Municipal da Sertã, e assim continuará a ser, mostrando querer distinguir os dois momentos em causa. “E se organizarmos no mesmo dia a Romaria e o feriado municipal, um terá um programa e o outro terá outro programa. Mas é uma questão que poderemos pensar”.

O presidente da Câmara aludiu ainda ao 13 de maio, desvalorizando as más condições atmosféricas como uma das razões para a mudança. “No 13 de maio também chove e também faz trovoada, mas é o 13 de maio…”.

Foi ainda recordado pelo autarca que o feriado municipal seria antigamente assinalado a 15 de agosto, tendo sido instituído a 24 de junho no mandato do ex-autarca Ângelo Farinha.

PUB
PUB
Joana Rita Santos
Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).