Sertã | Trízio acolheu a última etapa de competição Aldeias do Xisto – Achigã Challenge

No passado dia 13 de outubro, o Trízio, na União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais, recebeu o Bass Trízio, a quinta e última etapa da competição internacional Aldeias do Xisto – Achigã Challenge.

PUB

Composta por cinco provas de pesca embarcada ao achigã sem morte, esta competição teve início em maio e passou pelos concelhos de Oleiros, Pedrógão Grande, Vila de Rei e Figueiró dos Vinhos, terminando na Sertã.

À semelhança da edição anterior, a prova decorreu durante todo o dia nas águas do Zêzere, em plena albufeira de Castelo de Bode.

PUB

Na prova Bass Trízio participaram 36 equipas (de duas pessoas) tendo sido pescados, no total, 43 kg de achigã.

A etapa foi vencida pela dupla Fernando Alpalhão e Nuno Miranda, que arrecadaram 1000 euros e o troféu de primeiro lugar. Carlos Correia e Carlos Alagoa ficaram classificados em segundo lugar, tendo sido premiados com 500 euros e o respectivo troféu. Em terceiro lugar ficou classificada a dupla composta por Sérgio Lopes e Patrício Antunes, que levou para casa 250 euros e o troféu. O maior exemplar desta prova (com 2,080kg) foi pescado pela dupla Carlos Correia e Carlos Alagoa.

No total da competição Achigã Challenge Aldeias do Xisto foram pescados 232 kg. O maior exemplar de todo o torneio (2,179 kg) foi pescado na etapa de Figueiró dos Vinhos pela dupla Joaquim Moio e Ângelo Rocha, que foram também os grandes vencedores desta segunda edição da Achigã Challenge Aldeias do Xisto, levando consigo dez mil euros e o troféu de vencedor.

Em segundo lugar, a dupla Fernando Alpalhão e Nuno Mirando arrecadou cinco mil euros e o respectivo troféu. Em terceiro lugar, a dupla Daniel Bento (oriundo do Concelho da Sertã) e João Macid ganhou 2.500 euros e o troféu.

Na cerimónia de entrega de prémios foi exibido o vídeo promocional submetido para candidatura ao Campeonato do Mundo de Pesca Embarcada ao Achigã 2021, apresentado pelo Presidente da Federação Portuguesa de Pesca Desportiva, no último Congresso da Federação Internacional de Pesca Desportiva.

Para José Farinha Nunes, Presidente da Câmara Municipal da Sertã, este tipo de provas permite mostrar o que o “Concelho tem de melhor aos concelhos, ao país e fora do país, evidenciando todas as potencialidades, como a gastronomia, atraindo muitas pessoas a esta região”.

No que respeita à candidatura ao Campeonato do Mundo de Pesca Desportiva 2021, o autarca referiu tratar-se de “um desafio que a Câmara abraçou e que irá investir nesse sentido, para que a realização daquele campeonato no Trízio seja uma realidade”.

Silvestre Pinto, responsável da área do Achigã da Federação Portuguesa de Pesca, referiu que o crescimento da modalidade é o principal objetivo da federação, só possível com aquele tipo de eventos e as parcerias desenvolvidas com os municípios, clubes e atletas.

Paulo Fernandes, Presidente da ADXTUR, elogiou e agradeceu o acolhimento que a prova teve no Concelho da Sertã. Referiu que é para continuar a aposta e reforçar na próxima edição, dado o aumento de número de equipas, e afirmar um dos recursos hídricos mais importantes deste território. Referiu que aquele tipo de provas posiciona aquele local como um destino nacional de excelência para a pesca de águas interiores, deixando no ar a esperança de receber no Trízio o Campeonato do Mundo.

Na ocasião estiveram presentes José Farinha Nunes (Presidente da Câmara Municipal da Sertã), Paulo Fernandes (Presidente da ADXTUR), Rui Simão (Diretor Executivo da ADXTUR), Paulo Urbano (Vereador do Município de Oleiros), Miguel Vieira (UF Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais) e representantes das associações e clubes parceiros.

A competição “Aldeias do Xisto – Achigã Challenge” contou com a organização da ADXTUR e dos municípios da Sertã, Pedrógão Grande, Oleiros, Figueiró dos Vinhos e Vila de Rei, com clubes e associações locais, neste caso a Secção de Pesca Desportiva do Clube da Sertã.

PUB
PUB
Gisela Oliveira
Jornalista profissional há mais de 30 anos, passou por vários jornais diários nacionais, nomeadamente pelo 'Diário de Lisboa', 'Diário de Notícias' e 'A Capital'. Apaixonada pela profissão desde a adolescência, abraçou o jornalismo nas suas diversas áreas, desde o Desporto às Artes e Espetáculos, passando pela Política e pelos temas Internacionais. O jornalismo de proximidade surge agora no seu percurso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).