- Publicidade -

Sábado, Janeiro 22, 2022
- Publicidade -

Sertã | Trabalhos de Gestão de Combustível já começaram

Preveem-se que estejam concluídos no início de junho os trabalhos de gestão de combustível nas estradas (EM) e caminhos municipais (CM) da Sertã. Iniciados no final do mês de março ,os trabalhos de gestão de combustível decorrem nesta altura nas faixas delimitadas no CM1143 na zona de Lameira dos Reis, Trízio e junto à ciclovia, no CM1101 em Amioso e Corga Cega, assim como nas proximidades da estrada entre Fojo e Vilar da Carga.

- Publicidade -

Na próxima semana, as máquinas e pessoal deslocam-se para junto da EM529-1 entre Mosteiro de São Tiago e Entre-a-Serra, no CM1160 na saída de Mosteiro São Tiago para a EM529-1, no CM1166 a seguir ao Maxial dos Hilários até ao Alto das Fontainhas e no CM1101-1 desde a Marinha do Vale Carvalho até à área ardida.

Posteriormente, está prevista a realização de trabalhos de gestão de combustível no CM 1180 entre Marmeleiro e Sarnadas, CM em Outeiro das Colheres, Bela Vista e Ladeira, CM desde a EM535 na zona de Vales da Longra até Sarnadas, CM1136 Portela de Oliveira até à Foz da Sertã, CM1129 entre Lameira da Lagoa e Outeiro da Lagoa e CM entre Piquete e Nesperal.

- Publicidade -

Em nota de imprensa, a autarquia explica que “a gestão de combustível é realizada numa faixa lateral de terreno de largura mínima de dez metros para cada lado das estradas, a partir da valeta, nas vias contempladas no Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios”.

De acordo com a legislação em vigor, estas intervenções são desenvolvidas somente nos espaços florestais e compreendem o corte total de mato, a redução da densidade do arvoredo cumprindo a distância mínima de dez metros, entre as copas do pinheiro bravo e do eucalipto e de quatro metros nas demais espécies arbóreas florestais, assim como a respectiva desramação das árvores.

- Publicidade -

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome