Sertã | Sinistralidade no IC8 preocupa autarcas

Presidente da Câmara da Sertã, José Farinha Nunes. Foto: mediotejo.net

A necessidade de requalificação de alguns troços do IC8, onde se regista maior taxa de sinistralidade, foi um tema abordado por vários autarcas na sessão da Assembleia Municipal da Sertã realizada no dia 25 de setembro.

PUB

O primeiro a falar do assunto foi o deputado Daniel Luís (PSD), para quem “a requalificação do IC8 tem de ser uma prioridade na agenda do poder central”. Para isso defende que o poder local deve pressionar nesse sentido.

Na opinião do deputado social democrata, a segurança do IC8 “devia começar por uma requalificação séria do mesmo”, que considera “fundamental”. Isto a propósito da instalação de um radar de velocidade anunciado para aquela via que tem “um tráfego significativo e constante ao longo dos sete dias da semana”.

PUB

Pelas contas do deputado municipal Jorge Manuel Nunes (PSD), desde 2008 que os acidentes registados no IC8 provocaram 10 mortos. “Desde 2019 até agora tivemos três acidentes graves com mais duas mortes e 44 feridos graves”, contabilizou o eleito, demonstrando a sua preocupação “pelos constrangimentos que esta via apresenta”, ao mesmo tempo que defende a necessidade de requalificação do IC8.

Também o deputado municipal João Carlos Almeida (PSD) abordou o tema da instalação de radares e o problema da falta de segurança em alguns troços.

PUB

A encerrar a abordagem do assunto, o presidente da Câmara reconheceu alguns problemas “principalmente neste troço entre Pedrogão e Sertã”. Adiantou que a Câmara já alertou as Infraestruturas de Portugal para alguns pontos negros solicitando que sejam feitas correções. Defende que devia ser criada mais uma faixa, no entanto, um dos obstáculos que apontou foi a localização das colunas das passagens superiores que não permitem adotar essa solução.

José Farinha Nunes (PSD) criticou este e outros “defeitos do projeto”, mas considerou o IC8 uma via fundamental para toda esta região como o prova o intenso tráfego que, na sua opinião, está na base do elevado número de acidentes.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here