Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Julho 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã: SerQ dinamiza terça-feira “Cafés de Ciência”

O SerQ – Centro de Inovação e Competências da Floresta, em parceria com Município da Sertã e o Exploratório – Centro de Ciência Viva de Coimbra, está a organizar um ciclo de conversas sobre temáticas relacionadas com a Biodiversidade, Abelhas, Mel, Pólen, Árvores monumentais e idade das Árvores, entre outros assuntos de interesse global numa perspetiva científica.

- Publicidade -

Estas conversas, intituladas “SerQ – Cafés de Ciência”, decorrerão na última terça-feira de cada mês (até ao final do ano), das 18 às 19 horas, nas instalações do SerQ, na Zona Industrial da Sertã.

A primeira sessão tem como título “Árvores monumentais – uma memória viva” e decorrerá já esta terça-feira, dia 31 de maio, sendo dinamizada por Raquel Lopes, da Universidade de Aveiro. Doutoranda em Biologia, conversará com os presentes sobre o facto de as árvores monumentais serem contadoras de histórias, mitos e lendas, constituindo uma memória viva de hábitos, costumes e tradições.

- Publicidade -

O “Café de Ciência” do mês de junho decorrerá no dia 28, sendo alusivo ao tema “Os grãos de pólen: impressões digitais das plantas”. A moderação daquela conversa de café estará a cargo de António Pereira Coutinho do Centro de Ecologia Funcional do Departamento de Ciências da Vida da Universidade de Coimbra.

A participação é gratuita devendo ser feita através do email serq.formacao@serq.pt

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here