Sertã | SEPNA detetou estação elevatória como foco de poluição da Ribeira do Amioso

Foto: DR

Foi em meados de outubro que a Ribeira do Amioso, afluente da Ribeira da Sertã, se cobriu de um manto de espuma branco, cujos resíduos se desconheciam bem como a fonte poluidora. Na altura, o caso foi entregue à GNR, mais precisamente ao SEPNA (Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente), que fez as devidas investigações. Após recente contacto com o Destacamento Territorial da Sertã o nosso jornal confirmou que a culpabilidade foi atribuída à estação elevatória da Sertã e que se tratavam de águas residuais.

PUB

PUB

A situação foi registada e partilhada nas redes sociais a 15 de outubro pelos sertaginenses, que não escondiam a revolta e o receio por decifrar qual seria a fonte de poluição que jorrara aqueles resíduos, um misto de espuma branca, sobre a ribeira do Amioso, visível ao longo da principal Avenida da vila.

Ângelo Lucas, natural da Sertã, não conseguiu ficar indiferente às imagens que lhe chegaram da sua terra natal, e endereçou a 16 de outubro uma queixa formal/denúncia ao Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente da GNR (SEPNA/GNR).

PUB

O sertaginense fez chegar a resposta à sua denúncia ao nosso jornal, onde se pode ler que “o Núcleo de Proteção Ambiental do Destacamento Territorial da Sertã deslocou-se ao local visado, verificando a veracidade dos factos denunciados, relacionados com a descarga de águas residuais”.

De seguida, as autoridades informam que “o SEPNA elaborou um Auto de notícia por Contraordenação, remitido ao Gabinete Sub-Regional do Médio e Alto Tejo da Administração Hidrográfica do Tejo I.P., para instrução do respetivo processo contraordenacional”.

O mediotejo.net confirmou o facto junto do Comandante do Destacamento Territorial da GNR da Sertã, Tenente Vicente, que afirmou ter sido atribuída “culpabilidade da ocorrência de poluição à Estação elevatória da Sertã, tendo sido efetivamente elaborado Auto de Notícia por Contraordenação”.

Manto branco de espuma cobriu ribeira do Amioso, na Sertã, no dia 15 de outubro. Foto: DR

Autarquia afirma que Estação Elevatória “estava a funcionar” 

O nosso jornal contactou Rogério Fernandes, vice-presidente da autarquia e vereador com o pelouro do Ambiente e Serviços Municipalizados. O vereador garantiu que no dia 15 de outubro “a Câmara deslocou-se ao local e verificou que a Estação elevatória estava a funcionar”. Rogério Fernandes indicou que “devido às fortes chuvas é natural que hajam problemas, nomeadamente com a impermeabilidade, muitas vezes matérias gordurosas, de carros e equipamentos, e que depois as águas pluviais levam e acontece o que muitas vezes não é desejável que aconteça”.

A Estação elevatória em causa situa-se “pouco abaixo do Quartel dos Bombeiros Voluntários”, sendo a gestão e manutenção feita por funcionários da Câmara. “Todos os dias o equipamento é visitado pelos funcionários da autarquia, de manhã e ao fim do dia, passam sempre a vigiar se está a funcionar ou não”.

Quanto a novas ocorrências, o vereador disse não se terem verificado “desde outubro para cá” não tendo acontecido mais nada a esse respeito.

Ainda assim, Rogério Fernandes não descarta a possibilidade de existirem outros focos de poluição, nomeadamente a nível industrial, porém afirma desconhecer tal facto. “Porque partimos do princípio que as empresas estão a cumprir com as regras que lhes são exigidas. Se a comunicação social souber quem são, que o digam”, terminou.

Notícia relacionada:

PUB

Sertã | Manto branco de espuma cobre ribeira do Amioso

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser), através do IBAN PT50001800034049703402024 (conta da Médio Tejo Edições) ou usar o MB Way, com o telefone 962 393 324.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here