- Publicidade -

Terça-feira, Janeiro 18, 2022
- Publicidade -

Sertã | Responsáveis da saúde fazem balanço positivo do combate ao coronavírus (c/ vídeo)

Os responsáveis da Unidade Local de Saúde (ULS) de Castelo Branco aproveitaram mais um dia de rastreio na Área Dedicada Covid-19 (ADC) na Sertã, em frente ao Centro de Saúde, para fazerem um balanço do trabalho efetuado na região em termos de combate à pandemia.

- Publicidade -

- Publicidade -

No dia 30 juntaram-se na Sertã, elementos do Conselho de Administração da ULS, a Diretora Clínica Eugénia André, os responsáveis dos centros de saúde da região e o Presidente da Câmara, José Farinha Nunes.

“Acho que correu muito bem. Estou muito satisfeita”, afirmou Eugénia André quando desafiada pelos jornalistas para que fizesse um balanço deste mês e meio de combate à pandemia.

- Publicidade -

“Mesmo com dificuldades de recursos humanos, conseguimos dar uma cobertura aos colegas, mas principalmente aos nossos utentes que me parecem estar satisfeitos”, acrescentou a Diretora Clínica.

As declarações foram proferidas depois de uma reunião entre os responsáveis da saúde e após a realização de 35 testes numa espécie de “Covid Drive” na tenda montada no exterior do Centro de Saúde.

- Publicidade -

Conforme explicou a Enfermeira Chefe Ercília Ventura, todas as semanas realizam rastreios nessa tenda onde funciona a Área Dedicada Covid a utentes que veem por indicação do Serviço Nacional de Saúde, da Linha Saúde 24 ou do médico de família.

Os utentes chegam nas suas viaturas e aí permanecem mesmo durante o teste. No dia 30 a fila das dezenas de automóveis chegava ao quartel da GNR. Quando chega a sua vez, o utente, sentado na viatura, de máscara, inclina a cabeça para trás e é-lhe introduzida a zaragatoa no nariz para recolha da amostra.

Este modelo “Drive Thru”, além de eficiente, mostra ser aquele que mais protege os pacientes e os profissionais de saúde de contágio indireto.

Naquele dia, além dos utentes, foram rastreadas algumas enfermeiras, duas médicas e uma auxiliar que, dias antes, estiveram em contacto com um casal septuagenário que testou positivo. Um dos elementos desse casal esteve no centro de saúde da Sertã a fazer um penso e só depois disso, quando já estava em Lisboa, é que os profissionais foram alertados pelo sistema SINAVE de que o casal havia testado positivo.

Sistema Drive Thru para testes à covid-19 na Sertã. Foto: mediotejo.net

Terminada a reunião entre os responsáveis e concluídos os 35 testes, teve lugar uma conferência de imprensa na qual a Diretora Clínica da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco fez um balanço positivo do trabalho realizado até ao momento e agradeceu o apoio prestado pela Câmara da Sertã na montagem da tenda onde funciona a ADC.

Eugénia André anunciou o aumento do número de testes nas próximas semanas sendo por isso previsível que surjam mais casos. Até ao momento, nenhum dos casos confirmados na Sertã registou sintomas relevantes, facto que foi realçado pela responsável. “Conseguiu-se que não houvesse contaminações”, sublinhou.

Médicas e enfermeiras também foram testadas. Foto: mediotejo.net

O desafio que se segue começa na próxima semana em que os centros de saúde retomam a sua atividade normal de consultas havendo necessidade de se conciliar com a realidade da covid-19.

“Estou esperançada que vai correr bem”, afirma Eugénia André, com base na nova forma de atuar em que se reforçam as medidas de proteção e higiene e o distanciamento social.

Um dado que resultou da pandemia foi a significativa redução das urgências. Das cerca de 200 consultas por dia que se efetuaram em março do ano passado no hospital Amato Lusitano em Castelo Branco, este ano, no mesmo período reduziram para 60, 70, revelou aquela responsável. A conclusão que tira é que este ano “só foi às urgências do hospital quem efetivamente precisou”.

Procurando tranquilizar os utentes, a Diretora Clínica garante que não há que ter receio de ir às urgências se for mesmo necessário. “Não há perigo de contágio porque os circuitos de doentes estão separados”, explica.

Quanto à política de comunicação seguida pela ULS, diferente da que existe por exemplo no ACES do Médio Tejo, Eugénia André explica que tem remetido para a informação publicada diariamente pela Direção Geral de Saúde.

“Não me parece lógico que sejam os presidentes de Câmara a darem informações sobre situações que são da saúde”, defende. Seja como for, e apesar de a ARS Centro ser mais restritiva no acesso à informação, aquela responsável disponibiliza-se a prestar esclarecimentos aos jornalistas respeitando a proteção de dados.

Os utentes não têm de sair do carro. Foto: mediotejo.net

De 17 a 30 de março foram realizados na área da ULS 1200 testes, número que vai aumentar uma vez que na próxima semana será reforçada a capacidade instalada. “Iremos começar a fazer entre 100 a 200 testes por dia com perspetivas de aumentar”, garante Eugénia André.

Na Sertã, a situação atual é de seis casos confirmados (entre os quais o tal casal que está em casa da filha em Lisboa), com dois doentes recuperados e dois a aguardar o resultado do último teste.

Na conferência de imprensa, o Presidente da Câmara afirmou como objetivo “que as pessoas se sintam seguras”. Para José Farinha Nunes “a saúde e a vida estão em primeiro lugar”.

O autarca aproveitou a oportunidade para “reconhecer e agradecer em nome da Câmara e da população do concelho, a colaboração excecional” que tem havido entre as diferentes entidades envolvidas direta e indiretamente no combate à pandemia.

Exemplificou com “os profissionais de saúde que estão na linha da frente”, as forças de segurança, em concreto a GNR “que tem sido incansável a sensibilizar a população para seguir as regras emanadas”, os bombeiros, os serviços de ação social, a segurança social, entre outras entidades.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome