- Publicidade -

Sertã | PSD questiona vazio administrativo da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco

Desde março de 2020, ou seja, há quase um ano, que a Administração da Unidade Local de Saúde (ULS) de Castelo Branco está sem presidente nem equipa administrativa.

- Publicidade -

Este facto levou a deputada do PSD Cláudia André, também vereadora na Câmara da Sertã, a questionar a ministra da Saúde, afirmando não compreender a situação de vazio administrativo deixado na Unidade de Saúde de Castelo Branco, quando o Ministério da Saúde nomeou, “nas mesmas circunstâncias, o conselho de administração da Unidade Local da Guarda”.

“Considera que uma equipa habitualmente de seis membros, reduzida a três elementos, tem condições físicas e psicológicas para enfrentar, durante dez meses, uma pandemia avassaladora como a do novo coronavírus?”, interroga a deputada do PSD.

- Publicidade -

A parlamentar eleita por Castelo Branco lamenta que, decorrido quase um ano, “o Governo ainda não cuidou de nomear um novo conselho de administração para a ULS de Castelo Branco”.

“E estes são os mesmos dez meses em que todos enfrentamos momentos deveras difíceis para com a luta contra o novo coronavírus, tornando muito difícil compreender a não decisão que em nada ajuda o árduo trabalho da equipa desta instituição”, observa.

A Unidade Local de Saúde de Castelo Branco tem a responsabilidade de dirigir o Hospital Amato Lusitano, dois Agrupamento de Centros de Saúde, 10 centros de saúde e duas unidades de saúde pública, incluindo as dos concelhos da Sertã e Vila de Rei.

O presidente do conselho de administração da ULS de Castelo Branco terminou o mandato em dezembro de 2019, mantendo-se em funções até março de 2020, momento em que deixou o cargo por limite de idade, imposto por lei.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).