Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Setembro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã: PS critica estado das praias fluviais do concelho

Vítor Cavalheiro, vereador do PS na Câmara Municipal da Sertã, considera que “vamos passar o verão com péssimas praias fluviais” e lamenta o facto de nenhuma infraestrutura do concelho tenha recebido a Bandeira Azul ou o galardão “Qualidade de Ouro”, atribuído pela Quercus.

- Publicidade -

As afirmações foram feitas durante a última reunião do executivo camarário onde o vereador do PS, Vítor Cavalheiro, começou por lamentar a ausência de Bandeira Azul ou do galardão “Qualidade de Ouro” nas praias fluviais do concelho, dando exemplo de concelhos vizinhos como Vila de Rei, Mação e Proença-a-Nova que receberam o galardão “Qualidade de Ouro”.

“Não temos nenhuma praia de qualidade e não vejo o desenvolvimento de qualquer ação no sentido de tornar qualquer uma das praias fluviais com concelho com qualidade”, salientou Vítor Cavalheiro dizendo que praia fluvial da Ribeira Grande da Sertã “tem uma duração curtíssima”.

- Publicidade -

“Mais uma vez vamos passar o verão com péssimas praias fluviais”, referiu Vítor Cavalheiro.

Na ocasião, o vice-presidente da autarquia Rogério Fernandes refere que, em relação à praia fluvial da Sertã, o problema é a falta de água devido às captações que acontecem a montante mas garantiu que a autarquia vai resolver o problema.

Vítor Cavalheiro refere que o problema não é a captação de água, e a falta de água ao que o vereador Fernando Silva Farinha (PSD) salientou que uma das soluções poderá passar pela construção de açudes a montante da praia fluvial da Ribeira Grande da Sertã para haver reserva de água.

Cláudia André, vereadora responsável pelo pelouro do Turismo, salientou que as praias fluviais do concelho têm vindo a melhorar nos últimos anos e que a praia fluvial da Sertã já recebeu o galardão “Qualidade de Ouro”, dizendo que num dos anos os valores da água não foram mantidos e que isso impossibilitou que este ano a praia recebesse o galardão, focando ainda que esta é uma “Praia Acessível” tendo a autarquia recebido recentemente uma cadeira anfíbia para permitir que as pessoas de mobilidade reduzida possam aceder à água.

Vereadora Cláudia André, responsável pelo pelouro do Turismo, avançou que a Praia Fluvial da Ribeira Grande da Sertã é "Praia Acessível" (Foto: mediotejo.net)
Vereadora Cláudia André, responsável pelo pelouro do Turismo, avançou que a Praia Fluvial da Ribeira Grande da Sertã é “Praia Acessível” (Foto: mediotejo.net)

No período de votação da minuta de protocolo a celebrar com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Sertã para a exploração da piscina municipal descoberta da Sertã e praia fluvial da Ribeira Grande, Vítor Cavalheiro (PS) tomou a palavra para dizer que “no próximo verão não vamos ter praia fluvial da Sertã” e refere que as piscinas descobertas já poderiam ter recebido um espaço para bebés

Vítor Cavalheiro salientou ainda que o circuito que outrora existiu na Praia Fluvial da Ribeira Grande “está intransitável”.

A este propósito, Rogério Fernandes sublinhou que “ainda falta fazer o fecho da água” ao que a vereadora Cláudia André salientou que “estes protocolos têm como intenção preparar a época balnear que começa a 15 de junho” e que a manutenção dos espaços está a começar a ser feita.

O vereador Fernando Silva Farinha referiu que a água da praia fluvial da Sertã, “atualmente tem qualidade” e explicou que “perdemos a Bandeira Azul não por nossa responsabilidade, mas por um problema que aconteceu num concelho vizinho”.

Vítor Cavalheiro (PS) voltou a referir que “não vamos ter água para ter a praia fluvial da Sertã, estamos a falar de uma praia fictícia que não vai estar pronta no verão”.

Rogério Fernandes salientou que a questão da manutenção dos circuitos está a cargo de uma empresa externa que já foi alertada para efetuar os devidos trabalhos de conservação do espaço.

Cláudia André concluiu a discussão deste ponto da Ordem de Trabalhos sublinhando que está a decorrer um investimento de 60 mil euros na piscina descoberta de Cernache do Bonjardim para que possa ter melhores condições e servir todo o concelho.

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome