PUB

Sertã | Proteção Civil manifesta “profunda preocupação” com aumento de casos covid no concelho

Nos últimos dias, o concelho da Sertã tem registado muitas dezenas de casos de Covid-19, somando um total de 397 casos desde o início da pandemia, de acordo com os números revelados pelo ACES do Pinhal Interior Sul. Perante esta subida exponencial de contágios, a Comissão Municipal de Proteção Civil da Sertã esteve reunida no dia 13 de janeiro, onde todos os membros manifestaram “uma profunda preocupação”, ao mesmo tempo que se ficou a saber que a vacinação nos lares no concelho arranca no dia 18 de janeiro.

PUB

O número crescente de infetados e a evolução da pandemia na região foram os temas centrais do encontro, que contou com a presença, entre outros, de Eugénia André, diretora clínica da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco (ULSCB), Nuno Maia, do Instituto da Segurança Social (ISS), Manuela Vaz, Delegada de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Interior Sul (ACES PIS), e de José Farinha Nunes, presidente da Comissão Municipal de Proteção Civil e também Presidente da Câmara Municipal da Sertã.

A reunião começou com a intervenção de Eugénia André que traçou o atual quadro epidemiológico do distrito de Castelo Branco, fazendo também alusão aos números crescentes verificados no Concelho da Sertã.

PUB

A diretora clínica da ULSCB apresentou o plano de ação que está a ser desenvolvido no distrito e que foi, sublinhou, “definido com todo o rigor”. Disse que todos os meios estão mobilizados e que, no caso da Sertã, a estratégia é similar à que foi estipulada para outros centros. Todavia, notou que, caso necessário, poderá ser enviada em auxílio uma equipa médica.

Alertando para o facto de 2021 ser um “ano duro e difícil” e que a “Covid-19 não vai desaparecer tão depressa”, Eugénia André chamou a atenção para a grande transmissibilidade deste vírus e para a necessidade da população cumprir todas as regras sanitárias definidas pela DGS.

PUB

A Delegada de Saúde da Delegada de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Interior Sul, Manuela Vaz, lembrou os casos de infetados no concelho da Sertã e abordou ainda o surto registado num lar de Cernache do Bonjardim. Aproveitou para informar que a vacinação nos lares do concelho da Sertã terá início na segunda feira, dia 18 de janeiro.

José Farinha Nunes, presidente da Comissão Municipal de Proteção Civil e também Presidente da Câmara Municipal da Sertã, sublinhou a necessidade das medidas de emergência decretadas pelo Governo neste mesmo dia 13 de janeiro (confinamento obrigatório, medidas mais duras, coimas mais elevadas) e pediu a atenção de todos para a velocidade com que os contágios pela Covid-19 se têm disseminado entre a população.

O responsável máximo pela Proteção Civil anunciou ainda a disponibilidade do Município da Sertã em ceder instalações e recursos humanos para auxiliar as brigadas de apoio aos lares. José Farinha Nunes destacou ainda a “grande solidariedade que é necessária por estes dias” para travar a pandemia.

Da parte do Instituto da Segurança Social, Nuno Maia garantiu que o Instituto da Segurança Social de Castelo Branco “tudo tem feito para auxiliar as instituições que necessitem de ajuda”.

Hoje ficou a saber-se que um surto de covid-19 infetou um total de 25 elementos do plantel do Sertanense FC, entre jogadores, treinadores e colaboradores, estando toda a equipa em isolamento profilático, disse ao mediotejo.net o presidente do clube da Sertã, que disputa a série E do Campeonato de Portugal.

PUB
PUB
José Gaio
Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).