Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã: Projeto privado de 4 milhões de euros deverá avançar na área da saúde

Depois de ter caído o projeto de construção de um novo centro de saúde, que estava projetado para um terreno junto ao quartel dos Bombeiros da Sertã, a vila da Sertã deverá vir a receber um investimento privado de 4 milhões de euros, na área da saúde, para aquele local.

- Publicidade -

O assunto foi falado durante a última reunião do executivo camarário da Sertã, esta quarta-feira, dia 20 de julho, quando o vereador Vítor Cavalheiro (PS) abordou a decisão do Governo que optou pela requalificação do atual Centro de Saúde e questionou a autarquia se já tinha projeto para o novo centro de saúde.

José Farinha Nunes, presidente da Câmara Municipal da Sertã, referiu que “havia um esboço, muito interessante, por sinal”, mas que “não houve projeto de arquitetura, nem de especialidades, porque se estava a aguardar pela decisão do Governo”.

- Publicidade -

Sobre o destino do terreno camarário para onde estava projetada a construção do novo Centro de Saúde da Sertã, que já não se vai concretizar, como o mediotejo.net já tinha avançado a 27 de junho, o presidente da autarquia sertaginense referiu que “há já uma empresa da área da saúde interessada em ocupar o terreno junto aos Bombeiros e que implica um investimento de 4 milhões de euros”.

Reunião de Câmara da Sertã de 20 de julho Foto: mediotejo.net
Reunião de Câmara da Sertã de 20 de julho Foto: mediotejo.net

Recorde-se que a razão invocada pelo Governo para justificar a opção tomada pela requalificação do atual edifício do Centro de Saúde da Sertã, em detrimento da construção de um edifício novo, esta última opção que foi sempre defendida pelo presidente da autarquia, foi a falta de fundos comunitários para a concretização de uma obra de raiz.

José Farinha Nunes defendeu sempre que a melhor opção seria construir um edifício novo uma vez que o atual apresenta “graves problemas estruturais” e que o investimento na requalificação daquele espaço ficaria pelo mesmo preço da construção de em edifício novo, e lamentou esta decisão do Governo.

“Os países pobres não optam pelas melhores soluções porque não têm condições para optar pelas melhores soluções e vão requalificar o atual Centro de Saúde”, lamentou, em finais de junho, o autarca.

O concurso público para requalificação do centro de saúde da Sertã terá um preço base de 600 mil euros, valor esse que José Farinha Nunes disse estar “convencido que será ultrapassado porque surgirá necessidade de fazer outras intervenções”.

As obras de requalificação do atual edifício do Centro de Saúde da Sertã deverão arrancar ainda este ano.

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome