Sertã | Presidente do Vitória de Sernache: “Covid foi o nosso melhor jogador”

Presidente do Grupo Desportivo Vitória de Sernache, António Joaquim. Foto: mediotejo.net

O mês de agosto começou em cheio para o Grupo Desportivo Vitória de Sernache. Foi a 1 de agosto que o clube da Sertã comemorou o seu 72º aniversário com uma prenda especial: o novo piso sintético do campo 2 do seu estádio municipal em Cernache do Bonjardim, um recinto renovado que se vem juntar ao campo de relva natural do estádio Nuno Álvares Pereira.

PUB

No discurso de inauguração do novo sintético, o presidente do clube reconheceu que na última época a equipa estava no campeonato nacional, [Campeonato de Portugal] mas “não estava bem”, correndo o risco de descer de divisão. “Felizmente apareceu o Covid. Foi o nosso melhor jogador, permitiu que estivéssemos novamente no Campeonato de Portugal”, ironizou e congratulou-se António Joaquim. O clube estava em lugares de descida aquando da interrupção dos campeonatos, evitando o provável regresso aos distritais devido à pandemia e à consequente reformulação do modelo competitivo.

A época transata acabou em meados de março de forma abrupta por causa da pandemia, situação que dirigentes e atletas encararam “com normalidade”, tendo também em linha de conta que essa situação acabou por beneficiar a equipa sénior.

PUB

“É certo que ninguém estava à espera, ficámos naquela ansiedade de saber se era ou não retomado o campeonato, acabou por ser cancelado e, dizendo a verdade, para nós foi bom porque estávamos com alguma dificuldade na tabela classificativa e em risco de descer de divisão”, reconhece o presidente do clube, António Joaquim.

E se “há males que vêm por bem”, a decisão foi também encarada como “uma segunda oportunidade”, que permitiu ao clube organizar-se para fazer uma época melhor.

PUB

O novo treinador já está contratado. Trata-se de Ricardo Nascimento, 46 anos, de Vila Nova da Gaia, ex-jogador que passou por clubes como Aves, Braga ou Gil Vicente, já com experiência como treinador no União de Lamas na época passada.

Em entrevista ao mediotejo.net, o presidente do Sernache revela que mudou toda a estrutura da equipa, desde jogadores a equipa técnica. Reconhece que “é difícil trazer jogadores para cá, tendo em conta os orçamentos baixos”, mas anuncia “novas ideias” com o objetivo de “fazer um campeonato melhor”.

Estádio municipal Nuno Álvares Pereira. Foto: mediotejo.net

Para a próxima época, que se irá desenvolver “em quadros competitivos diferentes e mais difíceis” (séries de 12 equipas em que quatro vão descer), o Vitória de Sernache tem como objetivo a manutenção no Campeonato de Portugal. “É essa a nossa ambição e é por ela que vamos tentar lutar”, realça.

O Grupo Desportivo Vitória de Sernache movimenta cerca de uma centena de atletas, número que tem aumentado de ano para ano, “e isso é bom”, revela o presidente do Clube.

Ricardo Nascimento, novo treinador. Foto: DR

No total, são nove escalões inscritos na Associação de Futebol de Castelo Branco e na Federação Portuguesa de Futebol. “Temos todos os escalões de futebol, desde os petizes, traquinas, benjamins, infantis, iniciados… todos os escalões de formação, os seniores no Campeonato de Portugal e uma equipa de formação de futsal e uma equipa sénior de futsal a participar no campeonato distrital”, orgulha-se António Joaquim, visivelmente satisfeito com o novo piso sintético do campo 2, inaugurado no dia de aniversário do clube.

PUB

“Agora temos boas condições de trabalho. Estamos muito bem servidos a nível de infraestruturas”, conclui.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here