- Publicidade -

Quinta-feira, Janeiro 27, 2022
- Publicidade -

Sertã | Presidente do Vitória de Sernache: “Covid foi o nosso melhor jogador”

O mês de agosto começou em cheio para o Grupo Desportivo Vitória de Sernache. Foi a 1 de agosto que o clube da Sertã comemorou o seu 72º aniversário com uma prenda especial: o novo piso sintético do campo 2 do seu estádio municipal em Cernache do Bonjardim, um recinto renovado que se vem juntar ao campo de relva natural do estádio Nuno Álvares Pereira.

- Publicidade -

No discurso de inauguração do novo sintético, o presidente do clube reconheceu que na última época a equipa estava no campeonato nacional, [Campeonato de Portugal] mas “não estava bem”, correndo o risco de descer de divisão. “Felizmente apareceu o Covid. Foi o nosso melhor jogador, permitiu que estivéssemos novamente no Campeonato de Portugal”, ironizou e congratulou-se António Joaquim. O clube estava em lugares de descida aquando da interrupção dos campeonatos, evitando o provável regresso aos distritais devido à pandemia e à consequente reformulação do modelo competitivo.

A época transata acabou em meados de março de forma abrupta por causa da pandemia, situação que dirigentes e atletas encararam “com normalidade”, tendo também em linha de conta que essa situação acabou por beneficiar a equipa sénior.

- Publicidade -

“É certo que ninguém estava à espera, ficámos naquela ansiedade de saber se era ou não retomado o campeonato, acabou por ser cancelado e, dizendo a verdade, para nós foi bom porque estávamos com alguma dificuldade na tabela classificativa e em risco de descer de divisão”, reconhece o presidente do clube, António Joaquim.

E se “há males que vêm por bem”, a decisão foi também encarada como “uma segunda oportunidade”, que permitiu ao clube organizar-se para fazer uma época melhor.

- Publicidade -

O novo treinador já está contratado. Trata-se de Ricardo Nascimento, 46 anos, de Vila Nova da Gaia, ex-jogador que passou por clubes como Aves, Braga ou Gil Vicente, já com experiência como treinador no União de Lamas na época passada.

Em entrevista ao mediotejo.net, o presidente do Sernache revela que mudou toda a estrutura da equipa, desde jogadores a equipa técnica. Reconhece que “é difícil trazer jogadores para cá, tendo em conta os orçamentos baixos”, mas anuncia “novas ideias” com o objetivo de “fazer um campeonato melhor”.

Estádio municipal Nuno Álvares Pereira. Foto: mediotejo.net

Para a próxima época, que se irá desenvolver “em quadros competitivos diferentes e mais difíceis” (séries de 12 equipas em que quatro vão descer), o Vitória de Sernache tem como objetivo a manutenção no Campeonato de Portugal. “É essa a nossa ambição e é por ela que vamos tentar lutar”, realça.

O Grupo Desportivo Vitória de Sernache movimenta cerca de uma centena de atletas, número que tem aumentado de ano para ano, “e isso é bom”, revela o presidente do Clube.

Ricardo Nascimento, novo treinador. Foto: DR

No total, são nove escalões inscritos na Associação de Futebol de Castelo Branco e na Federação Portuguesa de Futebol. “Temos todos os escalões de futebol, desde os petizes, traquinas, benjamins, infantis, iniciados… todos os escalões de formação, os seniores no Campeonato de Portugal e uma equipa de formação de futsal e uma equipa sénior de futsal a participar no campeonato distrital”, orgulha-se António Joaquim, visivelmente satisfeito com o novo piso sintético do campo 2, inaugurado no dia de aniversário do clube.

“Agora temos boas condições de trabalho. Estamos muito bem servidos a nível de infraestruturas”, conclui.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome