Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sexta-feira, Outubro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã | Presidente da FPF entrega chaves das casas reconstruídas

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, vai estar esta terça-feira, dia 29 de maio, pelas 17h30, na Casa da Cultura da Sertã, para uma cerimónia simbólica onde serão entregues as chaves das casas recuperadas através do fundo solidário da FPF após terem sido destruídas pelos incêndios de outubro. Recorde-se que, nesta iniciativa, foram reconstruídas duas casas no concelho da Sertã.

- Publicidade -

Fernando Gomes já havia visitado as obras de reconstrução das duas casas apoiadas pelo fundo solidário da FPF, em meados de fevereiro. Após proceder à entrega das chaves das casas recuperadas em Oleiros, segue para o concelho da Sertã.

Uma das casas, que serão agora entregues aos proprietários com condições dignas, situa-se em Marinha de Vale Carvalho, na freguesia do Troviscal, e pertence a uma família inglesa com duas crianças. A segunda habitação, localizada na Macieira, também na freguesia do Troviscal, ficou totalmente destruída pelo fogo, obrigando a obras de reconstrução de base.

- Publicidade -

Foto: CM Sertã

Na altura da visita, Fernando Gomes explicara que foram privilegiadas “famílias com reduzidas hipóteses de fazerem a reconstrução das suas casas de primeira habitação. Foi um trabalho conjunto com as autarquias e é um momento de orgulho para a nossa federação”.

As duas casas reconstruídas no concelho da Sertã fazem parte de um total de 12 habitações recuperadas com o apoio da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência da campanha “Tudo por Portugal”, que permitiu a angariação de 721.941,79€, provenientes das receitas de bilheteira dos jogos com Estados Unidos e Arábia Saudita, das linhas telefónicas do call center solidário e de donativos feitos diretamente à FPF.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome