Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Setembro 20, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã | Oposição defende reuniões presenciais, mas presidente da Câmara alerta para a pandemia

O assunto já é recorrente nas reuniões da Câmara Municipal da Sertã. Mais uma vez, na reunião desta segunda-feira, 5 de julho, o vereador Carlos Miranda (PS) considerou que “não se justifica há muito tempo” que as reuniões se continuem a realizar online, uma vez que envolvem apenas cerca de uma dezena de pessoas que, na sua opinião, poderiam reunir presencialmente, fosse no salão da câmara ou da assembleia.

- Publicidade -

Estendeu ainda a critica à Assembleia Municipal, que poderia reunir na Casa da Cultura, por exemplo.

A perplexidade do eleito do PS deriva também do facto de o município “continuar a realizar todo o tipo de eventos presenciais”. “Não percebo qual é o critério”, sublinhou.

- Publicidade -

Em resposta, o Presidente da Câmara argumentou: “Não podemos facilitar. Temos de evitar grandes ajuntamentos”. Na sua opinião, é possível reunir à distância com os mesmos efeitos e dinâmica das reuniões presenciais.

O eleito do PS perguntou ainda porque não estão disponibilizadas as gravações das reuniões de Câmara no site oficial e porque não são transmitidas online, como o são outros eventos organizados pelo município.

Negando qualquer tentativa de “secretismo” das reuniões, o Presidente da Câmara argumentou que as atas são públicas.

A vereadora Cristina Nunes (PS) entrou na discussão lembrando a obrigatoriedade legal de se disponibilizar online as gravações das reuniões.

Neste ponto, o presidente concordou que as gravações das reuniões devem ser tornadas públicas.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome