Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Domingo, Agosto 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã | Município combate praga dos castanheiros com recurso a insetos

Na Sertã foram efetuadas oito largadas do insecto Torymus sinensis, com vista a combater a vespa-das-galhas-do-castanheiro. A iniciativa do município foi desencadeada em colaboração com a Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro e abrangeu todos os locais onde tinha sido já detetada a presença desta praga.

- Publicidade -

As libertações de insetos ocorreram nas freguesias de Pedrógão Pequeno, União de Freguesias da Ermida e Figueiredo, União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais, Sertã e Troviscal, devendo atual num raio de atuação de 5 km.

O inseto Torymus sinensis foi adquirido à RefCast – Associação Portuguesa da Castanha, tendo sido importado de Itália.

- Publicidade -

Conforme explica a autarquia em nota de imprensa, a vespa-das-galhas-do-castanheiro é um inseto, o Dryocosmus kuriphilus, que constitui uma das pragas mais prejudiciais para a fitossanidade dos castanheiros: ataca as espécies do género Castanea e induz a formação de galhas nos gomos e folhas, reduzindo drasticamente a frutificação, o que acaba por comprometer a produção e a qualidade da castanha.

Em Portugal não existem produtos fitofarmacêuticos homologados que sejam eficazes no combate a esta praga. Por isso, desde 2019, aquando da primeira deteção confirmada na região, que o município trava uma luta biológica contra a mesma, largando um inseto parasitóide (Torymus sinensis), que se alimenta das larvas da vespa-das-galhas-do-castanheiro, presentes nas árvores afetadas, impedindo assim a formação da vespa.

As largadas têm de ser realizadas num momento preciso do ciclo de vida da praga e do castanheiro para a luta biológica ser eficaz.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome