- Publicidade -

Sertã | Mulher de 64 anos constituída arguida por furto em residência

A GNR da Sertã, no dia 26 de janeiro, constituiu arguida uma mulher de 64 anos por furto em residência, no concelho. Segundo o comunicado oficial, a investigação começou com uma denúncia por furto em residência com arrombamento que teve lugar em dezembro de 2020.

- Publicidade -

Esta semana os militares da Guarda deram cumprimento a seis mandados de busca, três domiciliárias e três em veículos, que culminaram na recuperação e na apreensão de 11 libras em ouro, dois anéis em prata, uma pulseira de ouro e um alfinete em ouro.

A GNR identificou ainda duas mulheres de 37 e 40 anos e um homem de 37 anos, remetendo o processo ao Tribunal Judicial da Sertã.

- Publicidade -

A ação desencadeada pelo Núcleo de Investigação Criminal da Sertã contou com o reforço do Posto Territorial da vila, do Núcleo de Investigação Criminal de Castelo Branco e Idanha-a-Nova, do Núcleo de Proteção Ambiental da Sertã e da Secção de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário da Sertã.

 

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).