Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Outubro 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã | Mau tempo intensificou caudal das ribeiras da vila

As chuvas destes últimos dias também têm deixado rasto no concelho da Sertã. Na vila, já são evidentes os caudais intensos da Ribeira da Sertã (Grande) e da Ribeira de Amioso, sendo que esta já galgou as margens ribeirinhas no dia de ontem, 9 março. Alguns deslizamentos de terra e pequenas anomalias foram também apontadas por Rogério Fernandes, vereador com o pelouro da Proteção Civil, como consequências, não se registando até ao momento situações de maior impacto.

- Publicidade -

Foto: Escola de Condução da Sertã

O vereador referiu ainda ao mediotejo.net que “estão duas equipas da Proteção Civil no terreno” atentas e “tem-se conseguido corresponder a todas as solicitações até ao momento”.

- Publicidade -

Rogério Fernandes mencionou ainda que o caso da Ribeira de Amioso é o mais notório, uma vez que “o espelho de água transbordou e alagou as margens”, e o parque de estacionamento de restaurante junto ao local, não tendo a autarquia conseguido ainda retirar as comportas como pretendia, e tendo este açude já sido ultrapassado com a força das águas. Mas espera o responsável pela Proteção Civil que tudo normalize.

Quanto aos deslizamentos de terras e pedras, têm acontecido junto a vias públicas, nomeadamente na EN238, mas segundo o vereador, todos os casos têm sido respondidos “praticamente de imediato” pelas equipas e entidades competentes.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome