Sertã | Homem detido por posse ilegal de armas em processo de violência doméstica

O Comando Territorial de Castelo Branco, através do Posto Territorial da Sertã, deteve um homem de 37 anos, no concelho da Sertã, pelo crime de posse ilegal de arma. A detenção surgiu no âmbito de investigação pelo crime de violência doméstica.

Em comunicado, a GNR refere ter apurado que o suspeito agredia verbalmente a sua companheira, de 36 anos, e ameaçava-a com recurso a uma de fogo. Nesse sentido, foi realizada uma busca domiciliária no dia 4 de março, onde foi possível apreender uma caçadeira, três armas brancas e três munições, anunciou aquela força policial.

O indivíduo foi detido e presente ao Tribunal Judicial da Sertã, tendo sido sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência. A ação contou com a colaboração do Núcleo de Investigação Criminal da Sertã, termina o mesmo comunicado.

PUB
Joana Rita Santos
Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

2 COMENTÁRIOS

  1. Os intervenientes não têm 36 e 37 anos, estão na casa dos 50. A mulher ( que até é casada) não é companheira do detido!!!
    Que jornalismo é este??????

    • Bom dia. a informação que refere foi-nos transmitida (e a todos os jornais) através de um comunicado da GNR. Melhores cumprimentos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).