Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Domingo, Outubro 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã | Incêndio que deflagrou entre Ermida e Sipote entrou em fase de conclusão

20h14

- Publicidade -

Segundo o site da ANPC, já se encontra fase em conclusão (extinto, com pequenos focos de combustão dentro do perímetro) o incêndio que deflagrou esta manhã entre as localidades de Ermida e Sipote. Ainda assim, permanecem no local, segundo o prociv.pt, 252 operacionais apoiados por 78 veículos.

18h31

- Publicidade -

Segundo avançou a agência Lusa, resultou um ferido ligeiro de uma colisão entre uma viatura da GNR e outra de uma corporação de bombeiros presente no combate às chamas, no concelho da Sertã. O ferido foi transportado para os Hospitais da Universidade de Coimbra, segundo informação da Proteção Civil. “Houve uma colisão entre um carro dos bombeiros, de uma corporação de fora do distrito [de Castelo Branco] que veio dar apoio no combate ao incêndio [Sertã] e uma viatura da GNR. Resultou um ferido ligeiro, um militar da GNR, que foi transportado para os Hospitais da Universidade de Coimbra”, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Castelo Branco. Segundo a mesma fonte, o acidente registou-se às 15:11, perto da zona onde lavrava um incêndio próximo das localidades de Vale da Corga e Barriga, UF Ermida e Figueiredo.

17H23

Segundo o site da ANPC entrou em conclusão o foco em Casal Maio, estando no local 15 operacionais apoiados por 4 viaturas.

Em Vale da Corga Barriga, na UF Ermida e Figueiredo, continua em resolução o incêndio que deflagrou esta manhã, pelas 11h18, entre as localidades de Ermida e Sipote. Continuam a esta hora 6 meios aéreos a apoiar no combate ao fogo. Estão no local 97 meios terrestres e 336 homens.

16h09

Tanto o incêndio florestal que lavra agora em Vale da Corga Barriga, na UF Ermida e Figueiredo, como o novo foco em Casal Maio, entraram em fase de resolução segundo dados da ANPC no seu site oficial.

Em Casal Maio estão no terreno 6 meios terrestres e 27 operacionais, enquanto que no incêndio da freguesia de Ermida e Figueiredo permanecem 10 meios aéreos no combate, juntamente com 97 meios terrestres e 347 operacionais.

15h53

Segundo Rogério Fernandes, vice-presidente da Câmara da Sertã com o pelouro da Proteção Civil, “o fogo deflagrou entre duas estradas municipais” considerando que nesse espaço entre as localidades de Ermida e Sipote, na União de Freguesias de Ermida e Figueiredo, “não há quaisquer habitações” em perigo.

O vereador notou ainda que no local estão duas máquinas de rastos a operar, entre os meios aéreos e corporações de bombeiros.

“O combate está a evoluir de forma favorável, e graças ao vento. Está sereno. Mas se se levantar, a mata é muito densa, e aí sim seria perigoso… Mas os acessos da zona estão limpos e são bons acessos, o que facilita a deslocação dos bombeiros no terreno”, descreveu.

Rogério Fernandes crê que durante a tarde o fogo possa entrar em conclusão e dar-se como extinto. “Os meios e os bombeiros estão a acompanhar, os meios aéreos também estão a fazer um bom trabalho. Temos boas reservas de água muito próximas, portanto tudo isso ajuda um pouco”, terminou.

Às 15h52, o fogo continua em curso, segundo o site da ANPC, e estão no local 10 meios aéreos, 97 meios terrestres e 347 operacionais.

Segundo o mesmo site, deflagrou pelas 15h27 outro incêndio no concelho, na localidade de Casal Maio, freguesia da Sertã, contando no terreno com 2 meios aéreos, 41 operacionais e 7 meios terrestres.

13h46

Mais de 250 operacionais e oito meios aéreos estavam às 12:25 de hoje a combater um fogo florestal no concelho da Sertã, distrito de Castelo Branco, disse a Proteção Civil.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Castelo Branco disse à agência Lusa que o alerta foi dado às 11:18 e o que o fogo lavra uma zona de mato e floresta.

“Não há indicação de populações ou habitações em risco”, explicou.

No terreno, além de oito meios aéreos, estavam, às 12:25, 258 operacionais e 70 veículos.

 

c/ LUSA

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome