Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Agosto 4, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã | Espírito natalício espalha-se pela Terra do Pinheiro de Natal (c/vídeo)

“Sertã – Terra do Pinheiro de Natal”. É este o nome da iniciativa que durante todo o mês de Dezembro se realiza no concelho da Sertã e que na tarde deste domingo, 18 de dezembro, ajudou a espalhar magia um pouco por todo o concelho graças ao vasto programa de atividades que assinalam a quadra natalícia. Com a organização desta iniciativa, a autarquia pretende chamar a atenção e sensibilizar a  população para as questões ligadas à sustentabilidade ambiental de modo a evitar o corte descontrolado de árvores que acontece nesta altura para a sua posterior utilização como árvores de natal.

- Publicidade -

Vereadora da Cultura, Cláudia André, destaca objetivos da iniciativa Sertã-Terra do Pinheiro de Natal Foto: mediotejo.net

Junto à Igreja Matriz, a vereadora da Cultura, Cláudia André preparava-se para ouvir a atuação dos grupos corais e de jovens que estavam marcadas para esta tarde. A vereadora explicou ao mediotejo.net quais os objetivos intrínsecos a esta iniciativa.

- Publicidade -

“O concelho da Sertã tem fortes tradições de Natal que queremos vivenciar e recordar. Por isso tentamos, nestes dias, recriar o que se vivia há uns anos, por exemplo, ao nível da gastronomia e outras tradições”, explica.

Em relação ao pinheiro de Natal refere que surgiu como uma motivação para sensibilizar para o desbaste racional da floresta. “A regeneração natural em alguns dos locais afetados pelos incêndios de 2003 e 2005 está  a fazer-se de uma forma muito densa o que aumenta o risco de incêndios no Verão. A ideia passou por sensibilizar a população a voltar  a pensar em cortar um pinheiro mas com racionalidade e na perspetiva de prevenção dos incêndios”, explicou.

Grupo de jovens fez uma pequena teatralização Foto: mediotejo.net

Outro dos objetivos inerentes à Sertã – Terra do Pinheiro de Natal passa pela dinamização do comércio local, sendo distribuído pela autarquia  um pinheiro a todos os estabelecimentos comerciais localizados nas três vilas do concelho que manifestaram esse desejo: Pedrogão Pequeno, Cernarche do Bonjardim e Sertã.

“Os comerciantes são desafiados a embelezar o pinheiro, sendo que temos um concurso para o melhor pinheiro de Natal ( com a votação a decorrer no facebook) e também o “Natal no comércio tradicional” no qual todas as pessoas que façam compras superiores a 20 euros ficam habilitadas a um sorteio que decorre em janeiro.

Grupos corais atuaram na Igreja Matriz da Sertã Foto: mediotejo.net

Vestidos a preceito, o grupo de jovens da Paróquia Dar+ aguardava no Largo da Igreja Matriz a sua entrada em cena, teatralizando o nascimento de Jesus. Já é habitual participarem nestas iniciativas de modo a animar a paróquia de São Pedro, destacando a via sacra que organizam na Páscoa. “A seguir ao Natal vamos cantar as Janeiras”, atesta Ricardo Mateus. O envolvimento dos jovens nestas iniciativas acabam por ser muito gratificantes pela interação que conseguem com o público.

Presépio em tamanho real no centro histórico da vila Foto: mediotejo.net

Á porta de muitos estabelecimentos é possível encontrar um pinheiro de Natal verdadeiro, oferecido pela autarquia Foto: mediotejo.net

As atividades culturais dinamizadas neste mês servem também para reconhecer e mostrar todo o trabalho realizado pelas diversas entidades culturais, com música, concertos, cinema ou teatro. A pensar no público mais pequeno, este ano destaca-se a exposição “Os Dinossauros da Lourinhã na Sertã” patente ao público no castelo da Sertã (que costuma estar fechado ao publico) onde se encontram uns divertidos insufláveis.

Eugénia Marçal, vendedora no Mercado dos Produtos da Terra, vestiu-se a rigor Foto: mediotejo.net

Bombos e concertinas animaram a Alameda da Carvalha, onde decorre durante toda a semana uma mostra de produtos da terra Foto: mediotejo.net

O Mercado de Produtos da Terra, que por norma só se realiza uma vez por mês, vai animar a Alameda da Carvalha durante toda a semana. Na tarde deste domingo, 18 de dezembro, concertinas e bombas animaram o espaço e nem faltou quem aderisse ao espírito natalício, vestindo a rigor. Eugénia Marçal participa desde há três anos no Mercado dos Produtos da Terra,  vendendo produtos da sua padaria (um negócio familiar), tal como pão caseiro e ainda outros bens produzidos na horta. “É uma iniciativa boa por parte da autarquia e que tem grande adesão”, conta o filho.

Exposição de Dinossauros atrai curiosidade das crianças Foto: mediotejo.net

Casa do Pai Natal junto ao Castelo da Sertã anima pequenada Foto: mediotejo.net

Até ao fim do mês está ainda agendada a exibição da peça de teatro musical “Espelho, Espelho Meu” (dia 22 de Dezembro, na Casa da Cultura da Sertã) sendo que as artérias da vila da Sertã terão animação de rua, bem como atividades alusivas à quadra natalícia.

“Está feito o convite a todos que nos quiserem visitar no concelho da Sertã. Aqui podem fazer uma visita calma, desfrutando de toda esta serenidade e paz que a época do Natal assim o pede e desafia”, convida Cláudia André.

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome