- Publicidade -

Sertã | Entraram 74 processos na Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em 2020

Na reunião da Câmara Municipal da Sertã realizada no dia 1 de fevereiro, por videoconferência, o Presidente José Farinha Nunes apresentou o relatório de atividades da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) referente a 2020.

- Publicidade -

Durante o ano entraram na CPCJ da Sertã 74 processos, incluindo 25 transitados do ano 2019, e saíram 36. Portanto foram 38 os processos ativos em 2020.

Os principais problemas identificados têm a ver com violência doméstica (13 processos), maus tratos psicológicos, negligência, problemas sexuais, alcoolismo, ausência de acompanhamento familiar, abandono escolar, indisciplina e absentismo escolar.

- Publicidade -

A GNR foi a entidade que fez mais participações de crianças e jovens em risco à CPCJ, seguindo-se, por ordem decrescente de queixas, a Segurança Social, a própria CPCJ, os estabelecimentos de ensino, estabelecimentos de saúde, mães, pais, Ministério Público, entre outros.

Apesar de 2020 ser um ano atípico devido à pandemia, a CPCJ realizou 11 reuniões, participou no projeto Adélia, coordenado pela comissão nacional, e relacionado com a promoção dos direitos e proteção das crianças e jovens. Do relatório constam ainda as atividades “Abril mês da prevenção dos maus tratos”, “direitos sem violência” e elaboração de trabalhos pelas crianças, estas duas últimas com a colaboração da GNR.

Perante o balanço, o Presidente da câmara deu os parabéns pelo trabalho da CPCJ.

 

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).