Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 31, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã eleva Bandeira de Praia Acessível para todos poderem ir a banhos

O presidente da Câmara da Sertã, José Farinha Nunes (PSD), acompanhado pelos seus vereadores no executivo, içou na tarde de quarta-feira, 22 de junho, a bandeira de “Praia Acessível”, junto à Praia Fluvial da Sertã. Na ocasião eram poucos os banhistas que ali se encontravam devido ao facto de estar a decorrer o jogo de apuramento para o Europeu Portugal – Hungria. “É para nós extremamente importante ter uma praia acessível porque não queremos distinguir pessoas. Para isso é necessário criar condições e nós estamos a criá-las”, disse o autarca ao mediotejo.net, salientando a boa qualidade da água.

- Publicidade -

IMG_7006
Presidente da Câmara, José Farinha Nunes, visitou instalações renovadas

Antes deste momento, cerca das 17h30, visitaram-se as instalações de apoio aos banhistas que foram remodeladas e que incluem balneários e chuveiros para pessoas com mobilidade reduzida. Um investimento de cerca de 100 mil euros (por exemplo as caminheiras, lancis e a rampa para a àgua) que saiu dos cofres da autarquia a pensar na acessibilidade de todos. Foi ainda salientada a existência de uma cadeira anfíbia para quem tem pouco mobilidade de modo a que possa ir a banhos nesta praia.  “Preocupamo-nos de forma a que as pessoas tenham condições para terem qualidade de vida”, disse.

- Publicidade -

IMG_7022
Cadeira anfíbia permite a pessoas de mobilidade reduzida irem a banhos

IMG_6998
Vereador Vitor Cavalheiro (PS) criticou condições da Praia Fluvial da Sertã

O assunto dominou a primeira meia hora da reunião de executivo camarário que se realizou nessa mesma tarde, com o vereador Vítor Cavalheiro, do PS, a considerar que o espaço está em péssimas condições. Indagou ainda a autarquia no sentido de saber o que é que foi feito para garantir a qualidade da àgua nesta Praia Fluvial.

IMG_7046Vítor Cavalheiro voltou a lamentar – já o tinha feito na reunião anterior – a ausência de Bandeira Azul ou do galardão “Qualidade de Ouro” nas praias fluviais do concelho, dando exemplo de concelhos vizinhos como Vila de Rei, Mação e Proença-a-Nova que receberam o galardão “Qualidade de Ouro”.

Cláudia André, vereadora responsável pelo pelouro do Turismo, disse ter ficado atónica com estas declarações. “Estou sem palavras. Acima das políticas, deve estar o interesse do concelho. Não consigo perceber como é que alguém consegue dizer que a Praia Fluvial da Sertã é péssima”, referiu respondendo à intervenção do vereador socialista Vitor Cavalheiro.

“De todas as águas balneares, só 204 praias são classificadas como acessíveis a pessoas portadoras de deficiência. 168 são praias marítimas e fluviais são 36. Destas 36 só oito é que estão na região da bacia do Tejo. Entre elas está a nossa”, apontou a vereadora social-democrata.

Também em relação às críticas dos vereadores socialistas, José Farinha Nunes (PSD) refere que “se diz mal é porque estamos mal é porque estamos a trabalhar bem”, acrescentando que não está preocupado com as críticas. “Queremos que esta Praia sirva toda a região da Beira e do Médio Tejo. Que gostem e que regressem sempre”, disse ao mediotejo.net.

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome